Gazeta Esportiva

Após "resposta rápida" do elenco, Fábio Carille quer foco no 4-1-4-1

São Paulo, SP

22/01/17 | 07:59

Técnico aprovou o desempenho dos jogadores na Copa Flórida


O técnico Fábio Carille aprovou a participação corintiana Copa Flórida, apesar da derrota nos pênaltis para o São Paulo, no sábado, em Orlando, e deixou os Estados Unidos com a convicção de que o 4-1-4-1, consagrado com Tite, será o esquema utilizado por ele no Corinthians.

"Plano A vai ser um 4-1-4-1. Com dois meias, vai ser 4-2-3-1, mas só em ocasiões de jogo. Agora tem duas semanas de treinamento, competição entre os nossos jogadores e o importante é isso, que eles se superem para termos os melhores em campo", avaliou Carille, que considerou os desafios frente Vasco e São Paulo como essenciais para o início do ano.

"Para mim, é muito importante. Deixei muito claro a importância de vir para cá e ter jogos difíceis. 2015 e 2016 nós enfrentamos equipes da Alemanha, muito difícil, e isso ajudou no restante do ano. Não adianta pegar equipes de menor qualidade e golear sem testar. Foi muito importante mesmo encarar esse jogos mais difíceis", avaliou.

Com apenas 10 dias de trabalho ao lado do elenco, sendo dois deles jogos e um a viagem para os Estados Unidos, Carille quer aproveitar as próximas duas semanas para trabalhar bastante a parte tática. No clube há oito anos, ele disse que já espera uma cobrança forte da torcida, mas mostrou confiança na sua capacidade.

"A cobrança vai acontecer, seja um treinador novo, um treinador experiente, mas o importante é que com o tempo a gente vai conquistar o torcedor e vai conquistar vocês, fazer entender a maneira que a gente quer impor de jogo", prometeu.

Com retorno marcado para este domingo, chegando a São Paulo na manhã de segunda-feira, o Alvinegro ainda terá mais um amistoso antes de estrear no Campeonato Paulista, contra o São Bento, no dia 4 de fevereiro, fora de casa.

"Pelo que está definido é no dia 1º de fevereiro contra a Ferroviária e não vai ter mais de final de semana. Vamos levar esse jogo como carga de trabalho, a estreia é no sábado, então não dá para deixar mais do que 45 minutos cada equipe", concluiu o corintiano.

Deixe seu comentário