Futebol Internacional/Seleção Brasileira

Richarlison comemora gol e cumpre missão dada por filho de Neymar

São Paulo , SP
20/11/2018 19:46:12

Em: Brasil, Futebol, Futebol Internacional

Richarlison confirmou sua ascensão na Seleção Brasileira nesta terça-feira, quando teve a grande responsabilidade de substituir Neymar logo aos sete minutos de jogo. Autor do gol da vitória do time canarinho sobre Camarões, o atacante do Everton lembrou do pedido feito pelo filho do camisa 10, que queria vê-lo dançar a “dança do pombo”.

Disfrutando do sucesso neste início de trajetória na Seleção e também no Everton, da Inglaterra, Richarlison virou destaque por comemorar seus gols fazendo a “dança do pombo”. A celebração acabou chamando a atenção de muitas crianças fãs de futebol, entre elas Davi Lucca, filho de Neymar e que antes da partida contra o Uruguai já havia pedido para que o companheiro de seu pai balançasse as redes e dançasse logo em seguida.

“No jogo passado tive uma oportunidade, infelizmente não deu para fazer. Hoje pude concentrar melhor, fazer o gol e ajudar a equipe, o que é o mais importante. Fico muito feliz pelo gol e pelo Davi, que pediu a dança do pombo. O Davi estava aí no estádio, então missão cumprida”, disse Richarlison ao SporTV.

Após entrar na vaga de Neymar, Richarlison mostrou bastante ousadia pelos lados de campo e fez a defesa camaronesa trabalhar. Ora ele aparecia pela esquerda, ora pela direita, trocando com Willian. A movimentação, que não costuma ser feita quando Neymar está em campo, chamou a atenção, e o atacante do Everton explicou que foi uma recomendação dada por Tite.

“Foi o Tite que pediu para a gente jogar solto, revezar, porque ali na frente precisa de movimentação para gerar uma dúvida na zaga deles. Foi o que a gente fez e deu certo. Conseguimos encontrar vários espaços ali, tivemos a oportunidade de fazer mais gols, mas o importante é que a vitória veio”, prosseguiu.

Quando questionado sobre em qual posição do setor ofensivo prefere atuar, Richarlison se esquivou, como costuma fazer quando os zagueiros adversários são o bote. “Onde o professor Tite achar melhor, vou fazer o papel. Ele pediu para eu ir para a ponta, fui para a ponta. Estou aqui para ajudar o time a sair vitorioso”.