Ramón Díaz não tem data certa para estreia pelo Botafogo

Gazeta Press - Rio de Janeiro,RJ

11-11-2020 15:06:07

O Botafogo apresentou o seu novo treinador, o argentino Ramón Díaz, nesta terça-feira. O ex-jogador é o terceiro técnico a comandar a equipe em 2020. Além de chegar num momento conturbado para o clube dentro e fora de campo, um problema de saúde não permitirá que o professor esteja presente nos primeiros dias do trabalho.

Diagnosticado com um nódulo na garganta, o treinador havia marcado procedimento cirúrgico para após o final do Campeonato Brasileiro, por se tratar de um corpo benigno. Entretanto, exames detectaram um crescimento no tumor e a cirurgia terá de ser feita com urgência.

Com isso, Ramón Díaz estará fora da rotina de treinos por pelo menos dez dias. E dependendo do dia da cirurgia, e do pós-operatório, poderá perder não só o jogo da próxima segunda-feira, contra o Bragantino, como o do dia 22, contra o Fortaleza.

O início do trabalho ficará a cargo da comissão técnica de Díaz. O auxiliar Emiliano Díaz, filho de Ramón e que trabalha junto com o pai há mais de dez anos, comandará a equipe contra o Bragantino.

O Botafogo vive uma situação complicada no Campeonato Brasileiro, única competição que ainda disputa na temporada. Na décima sétima colocação com 20 pontos, o Alvinegro ocupa o primeiro posto na zona do rebaixamento, é seguido por Vasco e Athletico-PR, com 19.

O Cruzmaltino, contudo, tem um jogo a menos e um empate já o colocaria à frente do Fogão. Com apenas três vitórias no Brasileiro, penúltimo colocado no quesito, o Glorioso está sempre em desvantagem quando iguala a pontuação com outros clubes.

Ramón Díaz já indicou que quer uma equipe mais incisiva ofensivamente, já que o "Rei dos Empates" do Brasileirão precisa começar a vencer jogos.

O duelo da próxima segunda-feira no Nilton Santos será um confronto direto contra a degola. O Red Bull Bragantino é o décimo sexto na tabela com os mesmos 20 pontos, mas tem um jogo a mais. Para esta partida, o Botafogo contará com os retornos de Honda e Pedro Raul, poupados contra o Bahia, e Diego Cavalieri, recuperado da covid-19.

Deixe seu comentário