Botafogo começa a ter problemas para manter elenco

Gazeta Press - Rio de Janeiro,RJ

24-11-2021 18:50:17

Campeão da Série B, o Botafogo já volta suas atenções para a próxima temporada. A situação financeira do clube continua precária e a diretoria não vai ter facilidade para montar um elenco competitivo.

Se por um lado o técnico Enderson Moreira conta com a simpatia dos jogadores, e muitos gostariam de ficar, a situação não é tão simples. Isso porque o sucesso na campanha do Brasileiro fez com que os jogadores se valorizassem no mercado e muitos deles estão em fim de contrato.


Sobre o treinador, a permanência foi garantida pelo presidente Durcesio Mello em entrevista à Rádio Bandeirantes.

"Enderson Moreira fica. Nem ele nem o (Eduardo) Freeland vão sair, acreditam no meu projeto. O ambiente aqui é maravilhoso, isso ajudou muito. É de união, jogadores, comissão técnica, equipe toda. É um negócio muito bacana. Freeland e Enderson são as peças mais importantes dessa subida do Botafogo", disse o mandatário.

A situação, entretanto, é diferente para alguns dos principais nomes do elenco. O artilheiro Rafael Navarro, cujo contrato termina em dezembro, teria propostas do Palmeiras e de um clube dos Estados Unidos. Mas o Alvinegro ainda não se deu por vencido e, de acordo com informações do site "Torcedores.com", fez uma nova proposta ao atacante.

Outro com quem a diretoria negocia é o atacante Warley. Contratado junto ao Santa Cruz em 2020, o jogador também só tem vínculo até o fim do ano. As partes já iniciaram conversas, mas por enquanto não houve acordo.

Mais quatro peças importantes no esquema de Enderson Moreira estão em fim de contrato. Luís Oyama, Marco Antônio, Barreto e Pedro Castro chegaram este ano ao Botafogo por empréstimo.

Além dos já mencionados, ainda há o caso do goleiro Gatito Fernández, visto como ideal para a meta alvinegra na volta à Série A. Após um longo período de inatividade devido a uma lesão no joelho, o paraguaio finalmente está prestes a retornar aos gramados. Mas seu contrato também termina em 2021 e ele será mais um acordo a ser feito.

Deixe seu comentário