Bastidores

Recurso é negado e Neymar terá que enfrentar processo judicial

São Paulo , SP
20/02/2017 16:30:58

Em: Barcelona, Bastidores, Futebol, Futebol Internacional
Promotor pediu dois anos de prisão para Neymar (Foto: Christophe Simon/AFP)
Promotor pediu dois anos de prisão para Neymar (Foto: Christophe Simon/AFP)

Após perder recurso contra as acusações de corrupção relacionadas com sua transferência do Santos para o Barcelona, o atacante Neymar terá que enfrentar um julgamento. A decisão foi tomada por um tribunal criminal na Espanha.

O recurso do Barça foi recusado e pedia que as acusações contra a equipe fossem arquivadas e afirmava que as investigações “não demonstraram a existência de um ato criminoso”.

Leia mais: Daniel Alves fala em “falsidade e ingratidão” de dirigentes do Barça

A transferência do craque brasileiro para o Campeonato Espanhol é rodeada de controvérsias e incertezas sobre o valor que o clube catalão pagou pelo jogador. O ex-presidente Sandro Rosell e Josep Maria Bartomeu, atual comandante do clube, também enfrentam acusações criminais.

O caso começou com uma reclamação da DIS, que era detentora de parte dos direitos econômicos de Neymar. A empresa contestou o valor pago pelo time do Camp Nou e, respectivamente, o quanto recebeu pela transação.

O fundo de investimento, que recebeu aproximadamente 6,8 milhões de euros (R$ 23 milhões), ainda busca receber mais, argumentando que outros 40 milhões de euros (R$ 136 milhões) foram pagos ao jogador de 25 anos e ao seu pai, o que faria o valor total da transferência chegar a 100 milhões de euros (R$ 340 milhões).

Um promotor espanhol recomendou que Neymar pegasse dois anos de prisão como punição pelo seu envolvimento, enquanto Rosell fosse preso por cinco anos. Já o Barcelona teria que pagar uma multa de 8,4 milhões de euros (R$ 29 milhões).

Este é o último capítulo de um caso complicado que começou em 2013, quando o atleta se transferiu para o time da Catalunha.