Mattos fala sobre interesse do Galo em Roger Guedes: "Beira o impossível"

São Paulo, SP

15-04-2020 15:31:11

Com os campeonatos paralisados, a bola que mais tem rolado no mundo do futebol é a do mercado. Os clubes têm avaliado o que foi produzido até agora e, em alguns casos, já buscam opções para reforçarem seus elencos. Um dos nomes mais citados no momento é o de Roger Guedes, que interessaria ao Atlético-MG. Em entrevista à Fox Sports, o diretor de futebol do Galo, Alexandre Mattos, comentou sobre a possibilidade de contratar o atleta.

"Beira quase o impossível, mas não é. Quando você coloca o coração, vontade, principalmente num clube como o Atlético, a possibilidade de êxito é enorme. Com o coronavírus, a nossa moeda desvalorizou muito. Isso dificulta. Mas vamos tentar fazer um acordo".

Mattos admite negociação por Roger Guedes, mas reconhece dificuldade da negociação (Foto: Divulgação/CAM)

Quem também está interessado no atleta é o Corinthians. Entretanto, o Galo tem uma vantagem na negociação, que é a relação de Mattos com o jogador. O dirigente foi o responsável por levar o atacante ao Palmeiras e, posteriormente, pelo negócio que o levou tanto ao Atlético quanto à China. O cartola aposta nessa boa relação, mas acredita que há muitas questões em jogo antes que a transferência possa ser concretizada.

"Sempre mantive uma boa relação com o Roger. Mas caso o Atlético consiga fazer um acordo com o time chinês, vamos ter que tentar entender um contrato justo para ele, num clube onde ele é tratado como ídolo".

Algo que também pode pesar para que as partes cheguem a um final feliz para os atleticanos é a identificação do jogador com o clube e sua vontade de ficar no Brasil. Roger Guedes não pode voltar à China no momento por conta da pandemia, e tem o desejo de voltar a jogar em seu país de origem. Mas como Alexandre Mattos destaca, a intenção não é gastar mais do que o clube mineiro pode arcar. Sendo assim, alguns acordos precisarão ser feitos, tanto com o Shandon Luneng, clube detentor dos direitos do jogador, quanto com o próprio atleta.

"Há um interesse do Roger em ficar no Brasil. Então nós vamos, dentro da realidade do Atlético, tentar fazer um acordo, mas primeiro tem que ser tratado com o Shandon, e deve ser um acordo de compra".

Deixe seu comentário