Di María se irrita por não ser convocado para jogos da Argentina nas Eliminatórias

AFP - São Paulo,SP

23-09-2020 22:06:16

O experiente meia da seleção argentina Ángel Di María mostrou sua frustração nesta quarta-feira depois de ser deixado de fora da convocação para as duas primeiras rodadas das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo do Catar-2022.

"É difícil entender por que não fui convocado. Nunca me explicaram por que não me chamaram. Se não sou convocado é porque não querem me convocar", concluiu Di María em entrevista à Rádio Continental.

A lista anunciada na última sexta-feira, com destaque para o astro Lionel Messi, não inclui outro veterano jogador da 'Albiceleste', Sergio Agüero.

"Com 32 anos estou velho? Muitos falam isso, mas eu mostro em todos os jogos e em todos os finais de semana que não pareço, continuo correndo da mesma forma. Mostro um nível para continuar ao lado de Neymar e Mbappé", disse o jogador que disputou três Copas do Mundo (África do Sul-2010, Brasil-2014 e Rússia-2018) e conquistou a medalha de ouro olímpica em Pequim-2008.

A estreia da Argentina será contra o Equador no dia 8 de outubro, no estádio de La Bombonera, em Buenos Aires. A outra partida será disputada no dia 13 de outubro contra a Bolívia, em La Paz (3.600 m de altitude).

"Às vezes você atura críticas, mas em um determinado momento você explode e responde. Eu fiquei em silêncio por um longo tempo. Não consigo encontrar uma explicação", disse o jogador do Paris Saint-Germain.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

'El Fideo' explicou que vestir a camisa da seleção argentina é uma meta permanente em sua carreira. "Cada vez que faço um bom jogo ou me torno um jogador melhor, só penso em ser convocado. É verdade que eu estive presente durante 12 anos, mas é o meu sonho e quero estar lá novamente", disse o jogador.

"Amo estar na seleção e desejo de toda a alma poder voltar a vestir a camisa da Argentina. Darei 100%", prometeu ele.

Di María acaba de ser suspenso por quatro jogos por cuspir no zagueiro espanhol do Olympique de Marselha, Álvaro González, em um jogo realizado no dia 13 de setembro passado.

"É uma sanção dura, difícil porque é muito tempo", admitiu. "O que eu fiz foi uma reação, estava errado, mas do outro lado havia algumas palavras que eu não gostei", disse ele sem se aprofundar em detalhes.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário