Argélia vence e avança às quartas da Copa das Nações Africanas

São Paulo, SP

07-07-2019 18:24:17

Argélia segue na competição (Foto: Khaled Desouki/AFP)

Neste domingo, a Argélia encarou Guiné, no Estádio 30 de Junho, no Cairo, Egito, pelas oitavas de final da Copa das Nações Africanas, e venceu por 3 a 0. Com o resultado, os argelinos seguem na competição e avançam às quartas.

O adversário da próxima fase sairá do duelo entre Costa do Marfim e Mali, que se enfrentam nesta segunda-feira, dia 8, às 13h (de Brasília), no Estádio Suez, no Egito.

Na primeira etapa, a seleção argelina abriu o marcador aos 24 minutos, com Youcef Belaili. Após boa troca de passes pelo lado esquerdo do campo, Baghdad Bounedjah rolou a bola para o atacante, que invadiu a grande área e bateu cruzado para balançar as redes.

Os outros dois gols da Argélia saíram na etapa final. Aos 12 minutos, Bennacer inverteu bola para Mahrez, que, do lado direito do campo, chutou da entrada da área e mandou para o fundo das redes. O último tento do triunfo saiu aos 36. Atal, pelo lado direito, cruzou na medida para Ounas apenas empurrar para o fundo das redes e decretar a vitória por 3 a 0 da Argélia.

Madagascar vence Congo nos pênaltis e avança

Madagascar venceu nos pênaltis (Foto: Giuseppe Cacace/AFP)

Em sua estreia na Copa das Nações Africanas, Madagascar vem fazendo história e também carimbou sua vaga nas quartas do torneio. A seleção encarou a República Democrática do Congo, neste domingo, em Alexandria, no Egito, e venceu por 4 a 2 na disputa de pênaltis após um empate por 2 a 2 no tempo regulamentar.

Agora, a revelação da competição espera o vencedor do confronto entre Gana e Tunísia, que se enfrentam nesta segunda-feira, às 16h (de Brasília), em Ismaília, no Egito.

No tempo normal, Madagascar abriu vantagem em duas ocasiões, com os tentos de Ibrahim Amada, aos 9 minutos, e Faneva Andriatsima, no segundo tempo, aos 32. Contudo, o Congo conseguiu igualar o marcador nas duas oportunidades, com Cedric Bakambú, aos 21 da etapa inicial, e Chancel Mbemba, no último minuto de jogo, aos 45. Na prorrogação, o placar não foi alterado.

Nas penalidades, a seleção classificada converteu os quatro pênaltis que bateu, enquanto os congoleses erraram duas vezes, com Tisserand e Bolasie.

Deixe seu comentário