América fica no empate com o Londrina e deixa decisão da taça para Belo Horizonte

Do correspondente Marcellus Madureira - Belo Horizonte , MG
18/11/2017 19:05:02

Em: América-MG, Bastidores, Brasileiro Série B, Campeonatos, Londrina
Fernando Leal teve participação fundamental no empate (Foto: América/Divulgação)

O América passou sufoco. No jogo que o Coelho poderia garantir a taça, o aperto defensivo foi o mais importante, no duelo contra o Londrina, na tarde deste sábado. Com grande atuação dos arqueiros, o empate sem gols saiu barato para o alviverde mineiro, no Estádio do Café.

Bastava apenas a vitória. Com quatro pontos de diferença para o Internacional, o trinfo daria a taça para o time alviverde. O triunfo do Colorado sobre o Goiás deixou tudo aberto para a última rodada, pois a diferença caiu para dois pontos, 70 a 68 tentos.

O entanto, o grupo de Enderson Moreira sofreu defensivamente e contou com a boa capacidade técnica de seus goleiros – João Ricardo no primeiro tempo e Fernando Leal no segundo – para segurar o 0 a 0 no placar.

América e Internacional voltam a campo no próximo sábado, ambos em casa, Independência e Beira-Rio, respectivamente, no mesmo horário, às 17h30 (de Brasília). Os oponentes também já estarão de férias: o Coelho tem o CRB pela frente e o Colorado o Guarani, equipes que já não podem perder mais nada.

Primeiro tempo

O América precisava da vitória para conseguir o título do Campeonato Brasileiro da segunda divisão. Durante o primeiro tempo, inclusive, o jogo do Internacional, que pode definir a taça da segundona, seguia empatado.

Porém, mesmo precisando do triunfo, o América não conseguia se impor em campo. O Londrina, que ainda sonha com o acesso, embora esteja cada vez mais difícil, partiu com tudo para o ataque e pressionou o Coelho.

O destaque absoluto do Coelho na etapa inicial de jogo foi o goleiro João Ricardo. O camisa 1 fez grandes defesas, ressaltando o lance aos 31 minutos, quando Carlos Henrique desviou de cabeça e o defensor buscou no cantinho a bola.

Minutos antes, inclusive, quando João Ricardo não alcançou a bola, a trave do Estádio do Café salvou o Coelho, após o chute de Artur. A zaga conseguiu se recompor rapidamente no lance e se segurar.

O América teve algumas chegadas, mas poucas com oportunidades claras de gol.

Para fechar o primeiro tempo ruim do América, o goleiro João Ricardo deixou o gramado do Estádio do Café com dores na virilha direita, dando vaga para Fernando Leal. Vale lembrar que a contusão já ocorreu há alguns jogos e o defensor substituto se saiu bem.

Segundo tempo

O Londrina precisava da vitória para seguir com a expectativa de subir. E o time da casa partiu com tudo em busca do resultado.

O América não tinha oportunidades. Só dava Londrina. A equipe da casa tinha postura agressiva e enfrentava o Coelho de maneira muito aberta. Ao time de Enderson Moreira, restou se defender e ter pequenas chances, nada muito claro.

Se no primeiro tempo João Ricardo fez um milagre no Estádio do Café, o reserva que foi acionado, Fernando Leal, também participou muito bem do jogo. Aos 26 da etapa complementar, Safira aproveitou o cruzamento e desviou de cabeça. A bola foi no cantinho e Leal salvou. Nos dois lances seguintes, o arqueiro novamente apareceu e garantiu o empate.

FICHA TÉCNICA
LONDRINA 0 X 0 AMÉRICA-MG

Local: Estádio do Café, Londrina (PR)
Data: 18 de novembro de 2017, Sábado
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (CBF-AL)
Assistentes: Pedro Jorge Santos de Araujo (CBF-AL) Rondinelle dos Santos Tavares (CBF-AL)

Sem gols e sem cartões

LONDRINA: César; Lucas Ramón, Dirceu, Edson Silva e Ayrton; Germano, Bídia (Marcinho) e Rômulo (Ricardinho); Arthur e Negueba (Alisson Safira); Carlos Henrique
Técnico: Cláudio Tencati

AMÉRICA-MG: João Ricardo (Fernando Leal), Norberto, Rafael Lima, Roger, Pará, Juninho, Ernandes, Felipe Amorim (Willian), Renan Oliveira (Gerson Magrão), Bill, Luan.
Técnico: Enderson Moreira.