Sacado do time, Ozil celebra vitória: "Não importa o que digam"

São Paulo, SP

23/06/18 | 17:44 - 23/06/18 | 18:40

O meia Mesut Ozil fez questão de mostrar que não está chateado por ter perdido uma vaga no time titular da Alemanha em meio à turbulência que envolveu seu nome nos últimos dias. Minutos após a heroica vitória por 2 a 1 da equipe sobre a Suécia, ele publicou uma foto ao lado do atacante Marco Reus com uma mensagem de união.

"Nós somos um time só - dentro e fora do campo. Não importa o que eles digam", disse o atleta, que se viu cercado por uma polêmica nos últimos dias depois de prestar apoio público ao presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, que briga pela reeleição neste domingo.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

"Meu presidente", dizia uma camisa entregue pelo volante Gundogan, que também estava na foto, ao político. Tanto o armador quanto o companheiro são descendentes de turcos. O apoio não caiu bem entre os defensores da direita alemã. Uma congressista chegou a dizer que não fazia sentido a dupla defender a Alemanha já que se considera turca.

Em meio a esse momento, Ozil teve uma atuação apagada diante do México, na estreia, e foi classificado como um "sapo morto" pelo ex-atleta da seleção, Mario Basler. Sacado da equipe, viu Reus, seu companheiro na foto, tomar sua vaga e marcar o gol da vitória. Nada que, aparentemente, diminua sua vontade de buscar o bicampeonato mundial.


Deixe seu comentário