Gazeta Esportiva |

No último dia de competições, Edneusa é bronze na maratona T11/12

Atualizado em 18/09/2016 - 14:38:43 Compartilhe
(Foto: Divulgação/CPB)
Edneusa ficou entre as três primeiras durante toda a prova (Foto: Divulgação/CPB)

Melhorando ainda mais a campanha brasileira nos Jogos Paralímpicos do Rio 2016, a maratona trouxe mais uma medalha do país. Na maratona feminina T11/12 – para cegos – Edneusa de Jesus foi bronze, enquanto Alex Douglas da Silva não conseguiu completar a competição masculina T46.

Líder da prova na virada dos 10 e dos 15 quilômetros e se posicionando entre os três primeiros até a metade da Maratona, Alex não aguentou o ritmo, passou mal e precisou abandonar a competição no 25º quilômetro após 1h33min59s. A medalha de ouro ficou com o chinês Li Chaoyan.

Já no feminino, Edneusa de Jesus foi muito constante e se manteve entre as três primeiras colocações durante toda a prova. Distante da líder espanhola, a brasileira disputou a segunda colocação com a japonesa Misato Michishta.

Ultrapassada no quilômetro 30, Edneusa manteve o ritmo e garantiu o último pódio brasileiro no Rio 2016, ficando com a medalha de bronze. Elena Congost, da Espanha, ficou com a medalha de ouro após liderar de ponta a ponta e Michishta levou a prata.

Com o pódio de Edneusa, o Brasil agora tem 14 medalhas de ouro, 29 de prata e 29 de bronze. Em outra disputa de bronze do dia, o vôlei sentado masculino foi superado pelo Egito e ficou sem medalha.

Fechando a participação brasileira nas Paralimpíadas, Aline Rocha e Maria de Fática Chaves ainda competem na maratona T54.

Comente