Cavaleiro João Victor Oliva será o 1º no picadeiro no hipismo de adestramento em Tóquio

São Paulo, SP

23-07-2021 18:51:09

João Victor Marcari Oliva será o primeiro cavaleiro a entrar no picadeiro no Grand Prix dos Jogos Olímpicos de Tóquio. A estreia, que ocorrerá no Parque Equestre Baji Koe, está marcada para o sábado, às 5h00 (de Brasília).

Acompanhado de seu Escorial, garanhão lusitano de 12 anos, o brasileiro competirá na modalidade de adestramento. O Grand Prix, que será realizado entre sábado e domingo, é válido como qualificativa das equipes e individual.

João Victor Marcari Oliva e Escorial. (Foto: Divulgação/Luis Ruas/Hipismo Brasil)

A inspeção veterinária aconteceu na sexta-feira. Dos 72 cavalos, apenas dois ficaram para re-inspeção no sábado. Trata-se de Hot Chocolat, apresentando por Isabelle Pinto da França, e Sultao Menezes, do português Carlos Pinto.

Após a inspeção veterinária, houve o sorteio da ordem de entrada: Dinamarca, Japão, Austrália, Grã Bretanha, Suécia, Espanha, Portugal, Canadá, Rússia, Áustria, Bélgica, França, Estados Unidos e Alemanha.

Destaque na modalidade, a Alemanha buscará o 14º ouro por equipes. Já João Victor Oliva, de 24 anos, está entre os quinze concorrentes individuais. Ele foi, também, o primeiro brasileiro na Vila Olímpica – chegou no dia 15.

“Estamos curtindo, aproveitando a experiência aqui no Japão da melhor maneira possível. O cavalo está bem e estamos nos preparando para chegar na melhor forma no dia da competição”, destacou João, que obteve o melhor resultado do Time Brasil em 2016 (46º colocado), com 68,071% de aproveitamento.

“A gente busca melhorar a cada dia. É um cavalo que estou há pouco tempo e vamos evoluindo gradativamente, aprendendo com os erros e levando a experiência para ter mais sucesso no futuro”, disse o filho da Rainha Hortência.

A chefe de equipe, Sandra Smith de Oliveira Martins, elogiou a dupla: “O conjunto do João e Escorial é muito bom, vem treinando bem com acompanhamento de seu treinador Norbert van Laak, que também está gostando do desempenho da dupla. Acho que o João tem toda a condição de melhorar sua marca do Rio de Janeiro.”

Segundo o cavaleiro, “tudo pode acontecer, cavalo é cavalo, vai ser de noite com luzes e câmeras. Estamos preparados e seja qual for o resultado a gente leva como experiência e aprendizado. Temos que ter pensamento positivo e estou confiante.”

A Arena do Parque Equestre Baji Koen, em Tóquio. (Foto: Divulgação/Christophe Taniere/FEI)

Grupos

Os atletas foram distribuídos em seis grupos, três a cada noite. Nove largam no primeiro, com João Victor Oliva e Escorial, que ainda inclui a australiana Mary Hanna, com Calanta, e a britânica Charlotte Fry, com Everdale.

O holandês Edward Gal, com Total, será o primeiro no grupo 2 – a top dinamarquesa Cathrine Dufour e Bohemian fecham essa rodada. Encerrando a competição no sábado, Jessica von Bredow-Werndl e TSF Dalera, da Alemanha, é a última no picadeiro às 9h42 (de Brasília).

Os outros três grupos competem no domingo, definindo as equipes top 8 que disputarão o Grand Prix Special na definição do pódio das nações na terça-feira. A número 1 do mundo, a alemã Isabell Werth, com Bella Rose, será a última em pista. Já a corrida pelo ouro individual será decidida na quarta-feira, no Grand Prix Freestyle, com participação dos top 18 do Grand Prix.

Programação de adestramento

Sexta-feira, 23/07:
1ª inspeção veterinária

Sábado, 24/07 - 5h00 às 10h15:
Grand Prix
1ª qualificativa equipes e individual – Sessão 1 (30 participantes)

Domingo, 25/07 - 5h00 às 10h15:
Grand Prix
1ª qualificativa equipes e individual – Sessão 2 (30 participantes)

Terça-feira, 27/07 - 5h00 às 10h15:
Grand Prix Special
Final por equipes
Cerimônia de Premiação Equipes (24 participantes)

Quarta-feira, 28/07 - 5h30 às 9h15:
2ª inspeção veterinária
Grand Prix Freestyle
Cerimônia de Premiação Individual (18 participantes)

Deixe seu comentário