Por doping, Rússia é banida das Olimpíadas e Copa do Mundo

São Paulo, SP

09-12-2019 10:44:49

A Agência Mundial Anti-Doping (WADA, sigla em inglês) anunciou nesta segunda-feira a punição à Russia devido aos casos de doping e manipulação de resultados de exames. Em decisão unânime, foi definido o banimento do país de grandes eventos esportivos até 2023. Há a possibilidade de recurso no Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) nos próximos 21 dias.

Com a punição, a Rússia fica de fora dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. No entanto, atletas do país que provarem não ter consumido substâncias ilegais vão poder competir de modo independente.

A medida tomada pela WADA se deve às acusações que passaram a surgir em 2015 de que a Rússia manipulou resultados em laboratórios, utilizou amostras falsas e excluiu resultados positivos de exames. Além das Olimpíadas, o país pode perder os Jogos de Inverno de Pequim e a Copa do Mundo do Catar, ambos em 2022.

País sede da última edição da Copa do Mundo, a Rússia também não vai poder organizar competições em seu território ao longo do período da punição. A única exceção é a Eurocopa de 2020, que terá jogos em diversas regiões da Europa, incluindo São Petersburgo.

 

Deixe seu comentário