Gazeta Esportiva |

Tocha olímpica vai percorrer 20 mil km e todos os estados do Brasil

Em Mais Esportes, Olimpíadas 2016
Publicado em 29/01/2015 18:52:00 Compartilhe
GazetaEsportiva.net - Rio de Janeiro , RJ

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro 2016 anunciou nesta quinta-feira os detalhes do tradicional revezamento da tocha olímpica. O projeto é que a atividade comece em maio de 2016 e dure cerca de 90 a 100 dias. Como é a tradição, a chama olímpica será acesa na cidade de Olympia, na Grécia, onde os Jogos Olímpicos começaram, e, depois de circular uma semana pelo país, virá ao Brasil.

Ainda não há uma data marcada para que a tocha seja acesa, mas o planejamento é de que um representante do Brasil busque-a na Grécia e a traga ao país sede dos jogos de 2016. Assim, em solo nacional, a chama irá percorrer 250 cidades brasileiras, incluindo todas as capitais e o Distrito Federal. A expectativa é de que aproximadamente 10000 pessoas carreguem a tocha.

Os critérios para selecionar os condutores serão decididos pelo Comitê Organizador, pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e pelos patrocinadores do evento. Pessoas anônimas também terão a oportunidade de carregarem a tocha. O processo seletivo ocorrerá ao longo deste ano e no começo do próximo.

Normalmente, celebridades e ex-esportistas têm a honra de carregarem chama olímpica antes dos jogos. Carlos Arthur Nuzman, presidente do COB, afirmou que foi emocionante receber o artefato de Nelson Mandela, ex-presidente da África do Sul.

“Carreguei a tocha inúmeras vezes desde 1992, e até então o momento mais especial foi quando recebi de Nelson Mandela na cela em que ele esteve preso. Tenho certeza de que aqui, no Brasil, (o revezamento) será feito com mais emoção. Significa que vencemos esta batalha que é sediar uma Olimpíada em nosso país”, afirmou Carlos Arthur Nuzman, presidente do COB.

Giovane Gávio, bicampeão olímpico de vôlei, esteve presente no evento e deverá ser um dos candidatos para carregar a tocha
Giovane Gávio, bicampeão olímpico de vôlei, esteve presente no evento e deverá ser um dos candidatos para carregar a tocha – Credito: AFP

Comente