Gazeta Esportiva |

Rafaela Silva bate rival da Mongólia e conquista primeiro ouro do Brasil

Em Lutas, Mais Esportes, Olimpíadas 2016
Atualizado em 30/05/2017 - 15:14:00 Compartilhe
São Paulo , SP

A primeira medalha de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro saiu no judô. Na tarde desta segunda-feira, Rafaela Silva fez história ao vencer Sumiya Dorjsuren, da Mongólia, na decisão da categoria até 57kg e garantiu um lugar no ponto mais alto do pódio.

Logo no começo da disputa, a brasileira conseguiu um waza-ari, confirmado após análise da mesa. Em vantagem, Rafaela Silva soube como se defender de Sumiya Dorjsuren e administrou a luta até o final. Emocionada, ela abraçou seu técnico e foi comemorar com os torcedores, quebrando o protocolo.

Criada na favela Cidade de Deus, Rafaela Silva iniciou a carreira no Instituto Reação, idealizado pelo ex-judoca Flávio Canto, medalhista de prata nos Jogos de Atenas 2004. Na Arena Carioca 2, a representante local contou com maciço apoio da torcida para ganhar o ouro nesta segunda-feira.

Dentro de casa, Rafaela Silva disputa os Jogos pela segunda vez na carreira. Em Londres 2012, a campanha da brasileira terminou de maneira traumática, já que acabou desclassificada por um golpe ilegal na segunda rodada diante da húngara Hedvig Karakas. Em seguida, por meio da Internet, recebeu insultos racistas.

Coincidentemente, quatro anos depois Rafaela Silva reencontrou a adversária europeia, superada nas quartas de final. Na semi do torneio olímpico, ela bateu a romena Corina Caprioriu e, nas duas primeiras rodadas, ganhou da sul-coreana Jandi Kim e da alemã Miryam Roper.

Triunfar dentro de casa não é novidade para a judoca de 24 anos. Diante de seus conterrâneos, Rafaela Silva brilhou na edição de 2013 do Mundial e, além de conquistar a medalha de ouro individual, ainda ganhou a prata por equipes. Na história do judô brasileiro, entre homens e mulheres, ela é a primeira a ser campeã olímpica e mundial.

Considerado fundamental pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) para terminar no top 10 do quadro de medalhas, o judô iniciou os Jogos sob pressão e viu favoritos como Sarah Menezes e Felipe Kitadai terminarem sem medalhas. Rafaela Silva, porém, é a responsável pelo primeiro ouro do País nos Jogos.

Comente