Williams se diz contrária ao retorno do reabastecimento na F1 em 2017

São Paulo, SP

17-01-2016 12:54:17

Com a notícia do possível retorno do reabastecimento à Fórmula 1 na temporada de 2017, muitas equipes demonstraram sua insatisfação. Claire Williams, vice-diretora da Williams, declarou que a introdução da prática no esporte seria incompatível com a tecnologia eficiente que as montadoras querem promover.

"Os fabricantes gastaram centenas de milhões nessas novas unidades híbridas de potência, que são muito mais relevantes para a indústria de motores e para a energia eficiente que temos de ter na sociedade atualmente", explicou Claire.

"Trazer o reabastecimento, e fazer com que a Fórmula 1 pareça novamente um esporte com alto consumo de combustíveis, pula completamente esta mensagem, então sou totalmente contra", decretou.

 

O diretor-técnico da escuderia, Pat Symonds, afirmou que outros pontos negativos podem preocupar ainda mais. Para ele, a volta do reabastecimento pode tirar o espetáculo da corrida e suas incertezas.

"Eu acho que isso pode levar a uma corrida já determinada. Significa que neste momento nós conseguimos traçar uma estratégia para a corrida, e pensar nas táticas conforme a prova acontece", comentou. "Hoje baseamos nossos pit stops conforme os nossos pneus vão trabalhando. Ou seja, não é necessariamente o que planejamos. Com o reabastecimento de volta, tudo fica já definido. Se colocar combustível até a volta 24, você deverá parar na volta 24", finalizou.

Deixe seu comentário