Nasr revela goteira e Massa lamenta reforma inacabada em Interlagos

André Sender e Bruno Ceccon - São Paulo,SP

13-11-2015 08:32:00


O Autódromo de Interlagos passou por uma extensa reforma para receber o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1. Orçada em mais de R$ 140 milhões, a obra, inacabada, apresenta algumas falhas, como uma goteira na área reservada ao brasileiro Felipe Nasr, piloto da Sauber.

A reforma em Interlagos era uma das exigências da F1 para renovar até 2020 o contrato com a cidade para receber uma etapa da categoria. Financiada com recursos do PAC Turismo, do Governo Federal, só será encerrada em 2016 por causa de atrasos no processo de licitação. A ampliação da área dos boxes será a principal novidade.

“Ali no meu quarto tinha uma goteira, então vou ter que pegar um balde para não tomar água na cabeça”, afirmou, com bom-humor, Felipe Nasr. “Parece que nem a pintura do paddock está feita. Achei um pouco estranho”, confessou o piloto da Sauber de 23 anos.

Felipe Massa é um profundo conhecedor do Autódromo de Interlagos, já que iniciou a carreira no local e está na Fórmula 1 desde a temporada de 2002. O competidor da Williams elogiou a iniciativa de reformar a pista, mas lamentou o atraso na conclusão das obras.

“Eu achei que a ideia foi boa. Ter mais espaço é o que todo o mundo precisa, mas não acabaram. Parece que estamos em uma casa que começou e não acabou. Infelizmente, não é novidade. Tinha que entregar tudo perfeito para as pessoas nos elogiarem. Tomara que terminem logo”, afirmou Massa.

Ainda assim, os pilotos encontram pontos positivos no tradicional autódromo paulistano, que em 2015 completa 75 anos de existência. O paddock, antes considerado apertado para o volume de pessoas presentes em um fim de semana da F1, foi alargado em dois metros. Outra modificação foi a criação de um prédio de apoio para as equipes montarem seus escritórios, antes localizados em estruturas provisórias.

“Até agora, por tudo o que vi, o espaço já é maior até mesmo para o pessoal que ficava trabalhando no escritório. Acho que fizeram um bom trabalho, mas preciso dar mais uma andada por aí para ver”, explicou Nasr. “O espaço das equipes melhorou bastante. Já dá para caminhar sem ficar trombando nas pessoas”, completou Massa.

Na última semana, as obras em Interlagos foram vistoriadas pelo prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), e pelo chefe comercial da Fórmula 1, Bernie Ecclestone. Na ocasião, o dirigente britânico se disse satisfeito com as alterações realizadas na estrutura do autódromo paulistano.

Deixe seu comentário