"Existem outras coisas que quero fazer", diz Hamilton sobre aposentadoria

São Paulo, SP

30-11-2017 15:48:53

Com 32 anos e 10 na Fórmula 1, Lewis Hamilton já é tetracampeão mundial e começa a pensar no futuro. O britânico tem mais um ano de contrato com a Mercedes e deve receber uma proposta milionária de renovação até 2021 em breve. No entanto, em entrevista ao site "Autosport", o piloto não descartou a aposentadoria da Fórmula 1 e afirmou que deseja fazer "outras coisas" além do automobilismo.

"É como o clima. É uma questão de encontrar um equilíbrio. Atualmente, tenho um ano com o time e quero continuar. Mas eu estou em um ponto em que essa pergunta surge. Minha tia morreu de câncer e no último dia ela disse: "eu trabalhei todos os dias com o plano de uma hora parar e fazer coisas diferentes, mas eu fiquei sem tempo". Estou lidando com isso na minha cabeça. Então eu vivo meu cotidiano e tento viver ao máximo. Essa é minha briga. Eu quero seguir correndo, mas existem outras coisas que quero fazer", comentou.

Hamilton admitiu inveja, de certa forma, "vidas fora das pistas", mas disse que vai sentir falta da Fórmula 1 quando optar pela aposentadoria: "Você não consegue voltar à F1. E o que quer que aconteça, você vai sentir falta. Se for ano que vem ou daqui cinco anos, você vai sentir falta quando acabar. Dizem que você deve ficar até não conseguir mais, mas não tenho tanta certeza disso. Existe muita vida além disso, e eu deixei de fazer muitas coisas na minha vida. Eu estava falando com meu melhor amigo outro dia sobre coisas que invejo ou quero, como viver em um único lugar ou ter uma rotina. Essa é minha academia, tenho noite de jogo com meus amigos aqui, minha família. Todos os anos eu permaneço no esporte, atraso essas coisas. Mas a partir dos 40 há tanto tempo para isso", refletiu.

O tetracampeão, que tem um gosto especial pela música e pela moda, comentou sobre a possibilidade de seguir rumos diferentes e disse estar animado em aprender coisas novas. "Eu descobri esses outros pontos fortes e qualidades e não me importo em começar uma empresa do zero e trabalhar para seu desenvolvimento, se for isso que acabar fazendo. Não me importo em fazer um estágio. Estou entusiasmado em aprender coisas novas. É excitante, arriscado e eu gosto disso. É diferente de quando você está preocupado em pagar pensão e não tem estabilidade financeira. Estou começando a focar no meu futuro, à medida em que meu período na F1 vai chegando ao fim, colocando as coisas no lugar para essa parte do meu futuro", finalizou.

 

A Fórmula 1 entrou de férias após os testes com os novos pneus que serão introduzidos na próxima temporada. Hamilton foi o terceiro mais rápido durante sua sessão e elogiou os compostos hipermacios. A categoria retorna no fim de fevereiro, com os primeiros treinos em Barcelona. O primeiro Grande Prêmio será realizado em março, na Austrália.

Deixe seu comentário