Em êxtase, Verstappen se declara à Red Bull ao se sagrar campeão mundial

São Paulo, SP

12/12/21 | 12:03 - 12/12/21 | 13:44

Max Verstappen se sagrou campeão mundial de Fórmula 1 neste domingo ao vencer o Grande Prêmio de Abu Dhabi em um final épico, roda a roda com Lewis Hamilton. Aparentando ainda não ter caído a ficha, embora em êxtase, o holandês de 24 anos se declarou à Red Bull, sua equipe.

“Eu agradeço ao meu time, eles têm que saber, eu os amo. Espero poder fazer isso pelos próximos dez, 15 anos da minha vida, posso estar com eles para o resto da minha vida. Eu estou muito feliz. Christian [Horner, chefe de equipe], Helmut [Marko, consultor da equipe], acreditaram em mim desde 2016, nosso objetivo final era vencer o campeonato e conseguimos finalmente”, disse Verstappen.

Largando na pole position, o piloto holandês perdeu a primeira colocação logo na largada para Lewis Hamilton. O heptacampeão mundial, atacado por Verstappen em uma das curvas, acelerando por fora do circuito, rapidamente abriu uma boa vantagem. Mas, o final da corrida reservava grandes emoções. Com a batida de Nicholas Latifi, da Williams, o safety car foi para a pista, e Verstappen pôde reduzir sua distância para Hamilton.

Como se não bastasse, enquanto o safety car estava em ação, Verstappen foi para os boxes e trocou os pneus. A Mercedes, por sua vez, orientou Hamilton a não parar. Assim, com os pneus mais gastos no fim da corrida, o britânico não conseguiu fazer frente ao rival, que o ultrapassou na última volta, dando um desfecho apoteótico para uma das temporadas mais memoráveis da Fórmula 1.

“É realmente inacreditável! É insano! Eu não sei o que dizer. Esses caras, o meu time, eu amo muito eles. Eu estou desde 2016 com eles”, lembrou Verstappen.

“Finalmente uma boa sorte para mim. O Checo [Sergio Perez] também merece agradecimentos, fez um excelente trabalho como companheiro de equipe”, concluiu.

Deixe seu comentário