Atração do dia após deixar treino, Alonso explica "bico" como câmera

José Victor Ligero e Tomás Rosolino - São Paulo,SP

11-11-2016 17:24:14

Alonso manteve o bom humor ao tratar da tentativa de ser câmera

Alonso manteve o bom humor ao tratar da tentativa de ser câmera (Foto: Tomás Rosolino/Gazeta Press)
Alonso manteve o bom humor ao tratar da tentativa de ser câmera (Foto: Tomás Rosolino/Gazeta Press)

O piloto espanhol Fernando Alonso não chamou a atenção do público pelo brasileiro pelo bom desempenho no Autódromo de Interlagos, como é costume na sua carreira, mas arrancou muitas risadas dos presentes mesmo após abandonar o segundo treino livre desta sexta-feira, na cidade de São Paulo, encerrando a primeira sessão preparatória para o GP do Brasil, marcado para as 14h (de Brasília) do domingo.

Em sua 18ª volta, o espanhol recebeu ordens de parar a sua McLaren e deixou o treino com tempo de 1min13s572, que lhe rendeu a 11ª posição geral. Segundo a escuderia, o carro do espanhol estava com um problema no ERS (Sistema de Recuperação de Energia). Com isso, o bicampeão mundial teve de esperar na beira da pista para voltar aos boxes e aproveitou a cadeira de um operador de câmera da prova para se arriscar filmando os companheiros de profissão.

Focalizado pela transmissão oficial do evento desde o momento em que iniciou uma conversa com o operador até a hora em que tentou registrar a passagem de alguns carros, sem sucesso, Alonso explicou o que o levou a tentar um "bico" em meio à preparação para o GP.

"Eu tive de parar logo na terceira curva, então não poderia levar para os boxes o carro. Aí fiquei lá parado, tendo que esperar um tempo e resolvi conversar com o câmera para ver se podia tentar filmar. Claro que não é legal sair, mas tem de se ter senso de humor para tratar disso de vez em quando", contou, em meio a risadas, o bicampeão mundial de Fórmula 1, explicando o contato com os diretores de transmissão.

"Me disseram: 'Você vai entrar no ar quando o (Sergio) Perez passar'. Aí, na hora, achei o céu, a terra, mas não achei o Pérez (risos). Passou muito rápido. Estava buscando o melhor foco, o melhor ângulo, mas não consegui me sair muito bem. Vou treinar um pouco mais agora na Porsche", brincou, referindo-se ao campeonato que preenche as lacunas de espaço entre os treinos da principal categoria do automobilismo mundial.

Passada a situação, Alonso terá neste sábado, às 14h (de Brasília), a chance de melhorar seu desempenho no treino de classificação para a corrida. Além da 11ª posição à tarde, ele havia ficado apenas em 14º na parte da manhã, precisando evoluir até para chegar ao Q1. "Vamos trabalhar para que, na classificatória, o carro esteja melhor do que se apresentou hoje (sexta)", concluiu o espanhol.

Deixe seu comentário