Associação dos pilotos da F1 obtém adesão total pela primeira vez

São Paulo, SP

13-12-2017 14:06:24

Os pilotos da Fórmula 1 se juntaram para projetar melhorias à modalidade (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

A temporada da Fórmula 1 já terminou mas os fãs da modalidade receberam uma boa noticia nesta quarta-feira. Pela primeira vez na história recente a Associação de Pilotos de Grande Prêmio (GPDA) conseguiu adesão total dos pilotos e com isso,aumentam as chances de melhorias para todos os envolvidos com o esporte.

“A GPDA agora tem 100% de adesão pela primeira vez na minha lembrança recente, e talvez na história”, disse Wurz. “Então, foi um ótimo ano. A F1 está entrando em um período de evolução, mudança, e talvez até mesmo certo graude turbulência", afirmou Alex Wurz. presidente da GPDA.

“Todos os pilotos reconhecem que devem estar unidos para serem representados para encarar o desafio e evitar que qualquer política ou luta pelo poder atrapalhe a performance na pista. Os pilotos acreditam que a união é fundamental para o sucesso do esporte", destacou Wurz, que entrou na presidência em 2014, assumindo o cargo que era de Pedro de La Rosa.

O ex-piloto de Benetton, McLaren e Williams priorizou que o mais importante é que o esporte seja valorizado.“Todos os ajustes ao esporte devem somente ser feitos e conduzidos em prol dos melhores interesses do esporte, e não para nenhum indivíduo. É isso que uniu os pilotos – esse desejo em manter a F1 como o topo do esporte a motor.Consideramos a F1 um esporte, não um show. Um piloto se refere a si próprio, corretamente, como um esportista, e não como um showman, porque ainda se trata da aspiração mais natural de um ser humano: ir mais rápido, mais alto.”

Por fim, Wurz ressaltou que todas as mudanças serão em prol da Fórmula 1 e que haja sempre melhorias tanto para os pilotos quanto para o público.“Um ótimo esporte é o que queremos ver. Se um ótimo esporte estiver inserido de forma adequada para criar um show e uma experiência de corrida, seria, de fato, bom.”

 

Deixe seu comentário