Alonso supera 2017, mas se diz triste por falta de resultados melhores

São Paulo , SP
15/04/2018 08:38:01 — 15/04/2018 09:48:52

Em: Fórmula 1, Motor

Fernando Alonso precisou de apenas três corridas para provar que a McLaren de 2018 é melhor do que a do ano passado. Na última temporada, em 20 provas disputadas, o espanhol somou meros 17 pontos, cinco a menos do que a marca da atual edição do Mundial de Fórmula 1.

Ainda assim, Alonso não se dá por satisfeito e lamenta não poder agradar aos fãs com resultados melhores. O espanhol não vence uma corrida desde 2013 e subiu em um pódio pela última vez em 2014. Em ambas as ocasiões, ele guiava pela Ferrari.

“As corridas são aos domingos, quando eu tento fazer o melhor trabalho possível. E estamos conseguindo ainda que nos falte velocidade e estamos cientes disso. E nos entristece não poder dar aos fãs os resultados que queremos. Tomara que cheguem em breve”, lamentou o piloto de 36 anos.

Fernando Alonso, da McLaren, somou pontos em todas as três corridas em 2018 (Foto: Johannes Eisele/AFP)

Na madrugada deste domingo, disputando o Grande Prêmio da China, em Xangai, Alonso conseguiu pontuar pela terceira vez seguida na temporada. Largando do 13º lugar, fez uma corrida de recuperação e terminou em sétimo após contar com um incidente para ultrapassar Sebastian Vettel, da Ferrari, que se chocou com a Red Bull de Max Verstappen na parte final da prova.

“O carro dele estava danificado, tinha problemas de direção, estava em clara desvantagem e perdia cada vez mais velocidade. Vi que nas retas seria impossível ultrapassá-lo. Assim, pensei que podia tentar por dentro na primeira curva e me saí bem. Estou feliz, sétimo outra vez, somando pontos nas três corridas”, concluiu.

Com 22 pontos ganhos, Fernando Alonso ocupa o sexto lugar do Mundial 2018. Apesar do oitavo lugar, Vettel lidera a competição, com 54 pontos. A quarta etapa da temporada está marcada para o dia 29 de abril, em Baku, no Azerbaijão.