Tsitsipas vence após abandono e enfrentará surpresa em Monte Carlo

AFP - São Paulo,SP

16-04-2021 16:22:42

Stefanos Tsitsipas, 5º do ranking mundial, se classificou para as semifinais do Masters 1000 de Monte Carlo devido ao abandono de seu adversário, o espanhol Alejandro Davidovich (58º), por sentir dores na coxa esquerda.

O grego, que venceu o primeiro set (7-5), vai disputar sua sexta semifinal de um torneio Masters 1000 neste sábado contra Daniel Evans (33º), que na quinta-feira eliminou Novak Djokovic.

O britânico ampliou sua boa fase nesta sexta-feira ao vencer o belga David Goffin (15º), por 5 a 7, 6 a 3 e 6 a 4, em um duelo equilibrado.

Goffin, semifinalista no Principado em 2017, cometeu muitos erros diretos (47) e só conseguiu ganhar dois dos 17 break points que teve. Evans conseguiu quatro dos nove que tinha.

O britânico de 30 anos, que jogava pela primeira vez nas quartas de final do Masters 1000, chega às semifinais no saibro, que não é sua superfície preferida.

A lesão de Davidovich impediu o que poderia ter sido um bom espetáculo. "O nível de jogo era alto no início, fizemos trocas longas, a intensidade foi alta", disse Tsitsipas.

Lesionado na coxa esquerda desde a metade do primeiro set (3-3), Davidovich recebeu uma massagem do fisioterapeuta e decidiu arriscar e voltar a jogar.

Quando o espanhol voltou à quadra conseguiu a primeira quebra de serviço abriu 4-3, com Tsitsipas cada vez mais nervoso, mesmo recebendo uma advertência por vocabulário inadequado.

O grego soube como acertar seu jogo e deu a volta por cima. No set point Davidovich tentou um saque por baixo, mas Tsitsipas estava atento e rebateu com um backhand, vencendo o ponto.

"Percebi que ele estava machucado. Ele tinha problemas nas pernas, mas não queria pensar nisso, tentei jogar como se ele não estivesse machucado", acrescentou Tsitsipas.

"Mas tinha que fazer o que tinha que fazer: forçá-lo a correr e trabalhar em cada ponto. No final, ele não estava em condições de me enfrentar até o final", concluiu.

Deixe seu comentário