Russa Anastasia Pavlyuchenkova alcança sua primeira final de Grand Slam em Paris

AFP - São Paulo,SP

10-06-2021 13:19:02

Anastasia Pavlyuchenkova (32ª do mundo) se classificou para a final de Roland Garros, nesta quinta-feira, ao derrotar a eslovena Tamara Zidansek (85º), por 7-5 e 6-3, nas semifinais. Esta será a primeira decisão de Grand Slam da tenista russa.

Pavlyuchenkova enfrentará a vencedora da outra semifinal desta quinta, entre a grega Maria Sakkari (18ª) e a tcheca Barbora Krejcikova (33ª).

“Eu queria tanto isso que nem sei mais o que estou sentindo. São muitas emoções, estou muito feliz, mas também muito cansada”, disse a tcheca, a primeira tenista a ultrapassar 50 participações no Grand Slam antes de chegar à final (52).

Aos 29 anos, a russa foi mais forte do que sua adversária, seis anos mais jovem. O jogo agressivo de Pavlyuchenkova – 155 “winners”, recorde do torneio, para chegar à semifinal – lhe permitiu ficar a uma vitória do título.

Zidansek mostrou mais acertos nesta sexta-feira (27 contra 19), mas cometeu mais erros não forçados do que a russa (33 contra 22).

Pavlyuchenkova também usou sua maior experiência. Ela havia disputado em seis ocasiões as quartas de final de um “major” (Aberto da Austrália em 2017, 2019, 2020, Wimbledon 2016, US Open 2011 e Roland Garros 2011), embora, em todas elas, tenha sido eliminada antes das semifinais. A eslovena nunca havia passado da segunda fase de um Grand Slam.

A tenista russa Anastasia Pavlyuchenkova em duelo contra a eslovena Tamara Zidansek, nesta quinta-feira, em Roland Garros. (Foto: Christophe Archambault/AFP)

Com 12 títulos em seu currículo, Pavlyuchenkova também é, de longe, a mais bem-sucedida das quatro semifinalistas.

“É a minha primeira final, quero me divertir, jogar bem e o resultado não importa”, disse ela.

Na segunda-feira ela voltará ao top 20 mundial, depois de ter sido 13ª em 2011. Em caso de vitória, ela se tornará a 14ª do planeta.

Nos últimos seis anos e 24 “majors”, nenhuma russa havia chegado à final de um torneio de Grand Slam, sendo que a última foi Maria Sharapova, na Austrália em 2015, quando foi derrotada por Serena Williams.

Deixe seu comentário