Murray e Madison Keys testam positivo para covid-19 e são dúvida para Aberto da Austrália

AFP - São Paulo,SP

14-01-2021 18:55:12

O ex-número 1 do mundo, Andy Murray, testou positivo para covid-19, segundo informações publicadas nesta quinta-feira por diversos meios de comunicação britânicos, o que põe em dúvida sua participação no Aberto da Austrália, que começa no dia 8 de fevereiro.

Finalista cinco vezes em Melbourne, o escocês deveria ter viajado para a Austrália em um dos voos charter oferecidos pela organização, mas Murray foi colocado em quarentena em sua casa. Segundo a assessoria de imprensa PA, o campeão olímpico em 2012 e 2016 não apresenta sintomas graves e espera poder embarcar para o local do torneio em data posterior.

"Os jogadores só podem entrar na Austrália para o Australian Open com um teste negativo para covid-19 realizado antes da partida ou com uma autorização de viagem, em caso de cura, avaliada pela autoridade governamental australiana", disse ele em um comunicado da organização da competição, prevista para ocorrer de 8 a 21 de fevereiro, três semanas após a data inicial devido à pandemia.

Também devido à pandemia, os participantes do primeiro grande torneio do ano terão que passar por uma quarentena rigorosa de 14 dias na chegada à Austrália, imposta pela organização a todos os tenistas vindos do exterior. Os participantes devem passar 19 horas por dia em seu quarto de hotel e só poderão sair para treinar por cinco horas e sob estritas condições sanitárias.

Madison Keys também infectada

A americana Madison Keys, 16ª do ranking mundial, também testou positivo para o coronavírus e seria, a princípio, um desfalque para o Aberto da Austrália.

"Eu queria comunicar que testei positivo para covid-19 antes da minha viagem planejada para a Austrália", escreveu Keys no Twitter.

"Estou muito desapontada por não poder jogar nas próximas semanas, tendo treinado muito na pré-temporada e considerando os esforços da Federação Australiana e da WTA para manter os torneios. Me mantenho isolada em casa e espero voltar às quadras em fevereiro", acrescentou.

Madison Keys chegou às semifinais do Aberto da Austrália em 2015.

Deixe seu comentário