Djokovic vira e vai às oitavas em Cincinnati; Zverev cai e não quebra tabu

São Paulo, SP

15-08-2018 16:25:40

Novak Djokovic precisou suar a camisa nesta quarta-feira no Masters 1000 de Cincinnati. Pela segunda rodada do torneio, o sérvio começou mal o jogo, saiu atrás, mas conseguiu reagir e garantir a vitória sobre o francês Adrian Mannarino por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/2 e 6/1, em 2h08 de confronto.

Buscando o único dos Masters 1000 que ele ainda não venceu, Djoko terá pela frente o vencedor da partida entre o atual campeão do torneio, Grigor Dimitrov, e Mischa Zverev. O atual número 10 do mundo venceu o alemão nas duas oportunidades em que se enfrentaram e tem larga vantagem contra o búlgaro: 7 a 1.

Com a campanha até aqui, o sérvio deverá recuperar ao menos duas colocações no ranking, deixando Dominic Thiem e John Isner para trás. Em caso de título, Nole alcançará a sexta colocação.

Djokovic não entrou bem em quadra e seu primeiro foi fraco. O sérvio até salvou três breaks, mas errou quando não podia e cedeu a quebra no sétimo game. Na sequência, sem susto, Mannarino fechou a parcial e largou na frente em Cincinnati.

O ex-número um do mundo, porém, voltou melhor para o segundo set, conseguindo uma quebra no segundo game. O francês chegou a devolver em seguida, mas o sérvio conseguiu novo break e fechou em 6 a 2, deixando tudo igual e levando a partida para a parcial decisiva.

Djokovic assustou seu fãs, quando pediu atendimento médico por aparentes dores no joelho. Mas, não passou realmente de um susto. No terceiro set, "Nole" voltou com tudo e dominou o jogo, sem dar chances para Mannarino. Conseguiu duas quebras, chegando a abrir 5/0, e fechou o duelo aplicando um pneu furado.

Alexander Zverev não passa da estreia e mantém tabu

Zverev segue sem conseguir passar da estreia em Cincinnati (Foto: MATTHEW STOCKMAN/GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP)

Estreando direto na segunda rodada, Alexander Zverev não passou da estreia e foi eliminado de virada pelo holandês Robin Haase, que venceu com parciais de 5/7, 6/4 e 7/5, após 2h25 de confronto.

Sascha definitivamente não vai bem em Cincinnati. Em sua quarta participação no torneio, o alemão de 21 anos segue sem vencer, com quatro derrotas seguidas em estreias. Ele venceu apenas em 2015, quando furou o quali e caiu para Coric na chave principal.

Haase agora espera o vencedor da partida entre o norte-americano Bradley Klahn, vindo do qualificatório, e o espanhol Pablo Carreño-Busta.

Deixe seu comentário