Tênis/ Mais Esportes

Dimitrov perde para sérvio e é eliminado no ATP 500 de Pequim

São Paulo , SP
03/10/2018 09:02:44

Em: Mais Esportes, Tênis
Grigor Dimitrov não conseguiu passar de fase no ATP 500 de Pequim (Foto: FRED DUFOUR / AFP)

Nesta quarta-feira, Dusan Lajovic foi protagonista no resultado mais inesperado do ATP 500 de Pequim. Em um dia inspirado, o sérvio enfrentou o búlgaro Grigor Dimitrov, venceu por 2 sets a 1, parciais 6/4, 2/6 e 6/4, e eliminou o atual número oito do mundo. Agora, ele enfrentará nas quartas de final o britânico Kyle Edmund, que um pouco mais tarde venceu o italiano Matteo Berrettini.

No primeiro set, Lajovic conseguiu quebrar o saque do búlgaro logo no primeiro game, segurando a vantagem até o fim da parcial, vencendo por 6/4 e abrindo vantagem na partida. No entanto, Dimitrov mudou de postura na segunda parcial, jogando mais agressivo e cometendo menos erros não forçados, e venceu o segundo set por 6/2, deixando tudo empatado no confronto.

Já o terceiro e decisivo set começou com o mesmo script do primeiro: quebra a favor de Lajovic. O sérvio parecia que seguraria a vantagem até o final, porém Dimitrov igualou tudo no sexto game ao também quebrar o serviço do adversário. Mesmo com o game mal jogado, Dusan se manteve concentrado e conseguiu vencer o game de saque do búlgaro, no nono game e sacar para definir a parcial por 6/4 e o jogo em 2 sets a 1 a seu favor.

 

Dusan Lajovic conseguiu um importante resultado na carreira diante de Dimitrov (Foto: Reprodução Twitter)

Edmund vence Berrettini 

Um pouco mais tarde, Kyle Edmund e Matteo Berrettini fizeram o duelo da nova geração, e quem e levou a melhor foi o tenista britânico. Mantendo a boa fase na temporada, o atual número 16 do mundo venceu por 2 sets a 1, parciais 7/5, 6/7 (2) e 7/5 e avançou para a próxima fase do torneio chinês.

Com a vitória, Edmund continua sua caminhada rumo ao seu primeiro título em nível ATP. Até agora, a única final que o britânico jogou foi neste ano, em Marrakech, quando perdeu por um duplo 6/2 na grande decisão para o espanhol Pablo Andújar.