Atletismo/Bastidores

Instituto Vanderlei Cordeiro de Lima abre sala tecnológica aos atletas

Thiago Tassi* - São Paulo , SP
27/07/2017 15:14:06 — 27/07/2017 15:50:15

Em: Atletismo, Bastidores, Mais Esportes, Notícias

Ao lado de Andréa Mello, diretora de Marketing Corporativo da Samsung, Vanderlei Cordeiro de Lima cortou a fita inaugural do espaço Samsung Social, nesta quinta-feira, em seu Instituto, em Campinas, abriu a sala de tecnologia destinada aos jovens atletas e continuou a dar sequência ao seu sonho de vida, como ele próprio disse no local.

“Hoje o instituto é uma realidade. E só se tornou possível através do sonho. Um sonho meu, um sonho do Ricardo, meu treinador, do Evandro [atual educador físico do instituto]. Na verdade, o sonho do instituto era retribuir tudo que o esporte havia me concebido. Hoje, olhando para o começo, eu vejo o quanto foi importante, o impacto que o instituto teve e continua tendo na vida destes jovens”, afirmou.

Instituto de Vanderlei Cordeiro de Lima tem parceria de sete anos com a Samsung (Foto: Divulgação/Samsung)

Durante o evento, Vanderlei falou bastante em sonho – segundo ele, motivo que o une à empresa sul-coreana há sete anos. Inclusive, foi com o de ganhar uma medalha olímpica que o brasileiro teve forças para não desistir da maratona de Atenas, em 2004, mesmo depois de o padre irlandês Neil Horan o jogar para fora da pista enquanto liderava, e conquistar o bronze.

O projeto entre o Instituto Vanderlei Cordeiro de Lima/Orcampi e o programa Samsung Social tem por objetivo aliar a tecnologia com o crescimento pessoal e profissional dos cidadãos. Para isso, serão promovidas palestras e treinamentos com especialistas de diversas áreas, flutuando desde nutrição, alimentação em prol da alta performance, até gerenciamento de mídias sociais de um atleta. O ex-maratonista destacou a importante presença da tecnologia na vida dos atletas e exaltou a parceria.

“A Samsung foi uma das empresas que acreditou e abraçou o nosso sonho. Hoje a gente tem uma tecnologia disponível que está contribuindo não só com o desenvolvimento social destes jovens, mas principalmente para que os treinadores possam melhorar cada vez mais o treinamento. O esporte, hoje, está muito competitivo e certamente pequenos detalhes vão fazer a diferença na performance de cada um deles”, disse.

O evento contou com a presença do paratleta Fernando Fernandes (Foto: Thiago Tassi/Gazeta Press)

Ainda dentro da sala revitalizada pela empresa, Vanderlei conversou com a Gazeta Esportiva em clima amistoso, confirmou estar feliz e brincou com o fato de como era à época em que começava a dar os primeiros passos nas pistas oficiais. “Na verdade, quando eu comecei a correr, a tecnologia que eu tinha acesso era um relógio (risos). Hoje mudou completamente e a tecnologia está presente no dia a dia das pessoas. E no esporte não é diferente. A gente sabe do impacto que isto tem no desenvolvimento do atleta, tanto na questão da parte técnica como para os treinadores”, finalizou.

*Especial para a Gazeta Esportiva