Érika Miranda bate campeã olímpica e leva o bronze no Mundial de judô

São Paulo, SP

29-08-2017 12:42:01

No segundo dia de competições do Campeonato Mundial de judô, que acontece em Budapeste, na Hungria, o Brasil conquistou sua primeira medalha: um bronze com Érika Miranda. Na manhã desta terça-feira, a meio-leve derrotou a atleta do Kosovo Majlinda Kelmendi, nada mais, nada menos que campeã olímpica e bicampeã mundial, com um waza-ari, e ficou com o terceiro lugar. Sarah Menezes e Charles Chibana pararam na fase preliminar.

A brasileira conquistou o bronze da categoria meio-leve feminino (52kg) depois de uma luta bem travada contra a atual campeã olímpica. Apesar do equilíbrio, Miranda aplicou um waza-ari faltando 40 segundos para o fim. Ela ainda recebeu duas punições, mas conseguiu segurar o resultado até o cronômetro zerar. Com a conquista, ela acumula, agora, uma prata e três bronzes, igualando-se a Mayra Aguiar, também com quatro pódios, como a maior medalhista do país verde-amarelo em mundiais.

A brasiliense estreou com vitória por ippon sobre a australiana Tinka Easton e, em seguida, conseguiu outro ippon para derrotar a polonesa Agata Perenc. Nas quartas de final, após duelo equilibrado, sofreu ippon para a japonesa Natsumi Tsunoda (que terminou com o vice da categoria) já na prorrogação e acabou na repescagem. Recuperada da derrota, venceu por waza-ari Distria Krasniqi, do Kosovo, antes de brigar pelo bronze.

Sarah Menezes, que mudou da categoria -48kg para -52kg após os Jogos do Rio 2016, empolgou ao vencer a alemã Nieke Nordmeyer, por ippon, na primeira rodada. No entanto, a campeã olímpica em 2012, na categoria até 48kg, encontrou a japonesa campeã mundial Ai Shishime no caminho e caiu por ippon. Na final, Ai Shishime derrotou a compatriota Natsumi Tsunoda e ficou mais uma vez com o ouro.

Charles Chibana (66kg) foi outro a estrear com vitória, por waza-ari contra Azamat Mukanov, vice-campeão mundial no Rio, em 2013, e parar na segunda rodada. Diante do francês Kilian Leblouche, empatou por duas punições cada no tempo normal. Na prorrogação, foi punido pela terceira vez e se despediu do Mundial em Budapeste.

Nesta quarta-feira, o Brasil será representado pela campeã olímpica Rafaela Silva (57kg) e por Marcelo Contini (73kg). As preliminares começam às 5h (de Brasília) e as finais serão a partir das 11h.

Deixe seu comentário