Com foco na política, Pacquiao não descarta nova luta contra Mayweather

São Paulo, SP

26-11-2016 09:53:21

Manny Pacquiao retornou aos ringues no início de novembro após ter anunciado sua aposentadoria. Atuando como senador nas Filipinas, o atleta agora divide seu tempo entre o esporte e seus compromissos políticos, principal motivo, segundo ele, para que uma possível nova "luta do século" contra Floyd Mayweather não esteja em pauta no momento.

Manny Pacquiao não está pensando em uma revanche contra Mayweather (Foto: KAZUHIRO NOGI/AFP)
Manny Pacquiao não está pensando em uma revanche contra Mayweather (Foto: KAZUHIRO NOGI/AFP)

“Se retornar ao boxe, existe uma possibilidade, mas atualmente não estamos falando ou pensando sobre isso. Na verdade, nem sequer estamos negociando ou pensando em minha próxima luta, já que estou ocupado trabalhando em meu gabinete como senador. Atualmente estou concentrado nisso”, disse Pacquiao, se referindo ao adversário que também se aposentou recentemente.

Manny Pacquiao e Floyd Mayweather se enfrentaram em maio de 2015. Na ocasião, o filipino chegou ao combate com um retrospecto de 57 vitórias, seis derrotas e dois empates, enquanto o norte-americano não somava derrotas, com um cartel de 48 lutas todas vencidas por ele. Em uma decisão polêmica, os juízes acabaram dando a vitória a Mayweather por unanimidade, se mantendo invicto e igualando o recorde do lendário Rock Marciano, que encerrou sua carreira de maneira invicta, com 49 triunfos.

Fato é que Pacquiao é o novo detentor do cinturão do meio-médio da WBO (Organização Mundial de Boxe, em inglês), mas o título parece não deslumbrar o atleta, que ainda não sabe se continuará competindo ou anunciará uma nova aposentadoria para priorizar o trabalho na política de seu país.

Deixe seu comentário