Gazeta Esportiva

Exausto, Caio Godoy Ormenese celebra vitória e mira Tóquio 2020

Bruno Calió - São Paulo,SP

09/07/17 | 12:38 - 25/04/18 | 16:03

Um misto de cansaço e sorrisos. Exausto após percorrer 113,5 km, Caio Godoy Ormenese, da equipe Funvic, vencedor da categoria Elite masculina, concedeu entrevista à Gazeta Esportiva sentado, tamanho o esforço realizado na prova.

“A estratégia, inicialmente, era tentar uma fuga. De última hora, se não desse certo, tentaríaos usar nossos velocistas Roberto Pinheiro e o Francisco Chamorro. No decorrer da prova, aconteceram várias escapadas, e faltando, três voltas, saiu uma fuga, e nessa estava eu e um companheiro meu de equipe, Murilo Ferraz. E na última volta eu ataquei, faltando em torno de 7km, e consegui abrir vantagem e ganhar. Mas a prova foi bem difícil, muito rápida, plana, andamos muito. Não vi a média, mas deve estar em torno de 48 km/h. E o coração sempre no limite ali (risos), é bem desgastante”, afirmou o campeão.


Caio Ormense fez uma prova impecável e cruzou a linha de chegada com oito segundos de vantagem sobre os concorrentes com um tempo de 2h32min16. Agora, o atleta já pensa nos próximos desafios, sonhando até mesmo com uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

"Semana que vem tem os jogos regionais, que vamos competir. Logo depois, vamos correr a volta de Guarulhos, depois algumas competições, e dia 20 de agosto tem o nosso campeonato nacional. Em seguida, nossa equipe viaja para China para competições internacionais. E ano que vem tem os jogos Sul-Americanos, que são meu foco. Jogos Sul-Americanos, Pan-Americanos e, depois, a Olimpíada. Na Olimpíada do Rio, ano passado, fui escalado como reserva. A gente só tinha duas vagas no ciclismo. Mas tenho grande esperança de, nos próximos Jogos Olímpicos, participar e representar o Brasil", completou.

A programação da Prova Ciclística Internacional 9 de Julho começou cedo, por volta das 6h45, para os atletas da categoria Aspirantes/Amadores, com percurso total de 45,4km (divido em dois circuitos de 22,7km). Já a Elite largou próximo de 9h, com o masculino disputando cinco voltas de 22,7km, totalizando 113,5km. A elite e federados feminino deu duas voltas a menos, com 68,1km de percurso. Por fim, os federados masculinos fizeram quatro períodos (total de 90,8km). Foram mais de mil participantes na competição entre todas as categorias.

A Prova Ciclística 9 de Julho é uma das principais atrações do calendário esportivo da cidade de São Paulo e a cada temporada vem registrando novos feitos. O ano de 2015 marcou a volta da Prova às ruas de São Paulo. Em 2016, alcançou o número de 2.129 participantes e, com isso, passou a ser a prova ciclística com o maior número de participantes no Brasil.

A competição, idealizada por Cásper Líbero como homenagem a Revolução Constitucionalista, voltou às ruas em 2015 retratando o charme de São Paulo e, em seu percurso, estão alguns dos principais parques da cidade, como Povo e Villa Lobos, além das pontes Cidade Universitária e Cidade Jardim, e avenidas Juscelino Kubitschek, Pedroso de Morais e Lineu de Paula Machado, entre outras.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário