Equipe brasileira ganha confiança para nova prova olímpica

São Paulo, SP

01-06-2020 18:37:15

As Olimpíadas de Tóquio contarão com uma novidade nas provas de atletismo: o revezamento misto de 4x400 m. Classificada após disputar a final do Mundial de Doha, em setembro, a equipe brasileira vai aos poucos ganhando confiança e se preparando para a tão sonhada medalha olímpica.

Geisa Coutinho em prova de 2018. Foto: Wagner Carmo/CBAt

Um dos destaques da Seleção, Geisa Coutinho completa nesta segunda-feira 40 anos de idade. A atleta formou a equipe que disputou a final no Catar junto com Lucas Carvalho, Tiffani Marinho e Alexander Russo. Ainda nas qualificações, o quarteto, formado por Anderson Henriques no lugar de Alexander, bateu o recorde Sul-Americano, com um tempo de 03min16s22.

“Mesmo com as dificuldades da pandemia, espero muito fazer parte da equipe em Tóquio. Vou tentar a quarta e última Olimpíada de minha carreira”, disse a atleta fluminense. “Fui ao Mundial de Yokohama, onde me machuquei, e depois ajudei a equipe a se classificar para os Jogos em Doha”, concluiu Geisa. Com a crise do novo coronavirus e a quarentena como recomendação, a atleta segue parada em sua casa, mas focada em seu futuro olímpico.

Lucas Carvalho durante Campeonato Sul-Americano de Atletismo. Foto: Wagner Carmo/CBAt

Líder do ranking brasileiro da atual temporada, Lucas Carvalho é outro que integra a Seleção Brasileira e tem o sonho da medalha olímpica: "Acho que temos grandes chances de ganhar uma medalha”, disse o paulista. “Estou treinando como posso em casa e às vezes consigo ir a uma academia”, comentou Lucas sobre o período da quarentena.

Evandro Lazari foi o treinador do 4x400 m misto nos mundiais disputados em 2019 e comentou sobre a situação de quarentena e suspensões de treinamentos previstos pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) e Comitê Olímpico do Brasil (COB) devido a pandemia de covid-19: “Não temos nenhum planejamento pronto por agora. Entendo que o momento é o de repensar tudo e esperar as definições”.

A edição dos Jogos do Japão, que estava prevista para este ano, foi adiada para 2021, com previsão de realização entre 23 de julho e 8 de agosto.

Deixe seu comentário