Após empate com Augusto Dutra no Troféu, Thiago Braz já mira o Mundial

São Paulo, SP

12-06-2017 14:58:26

O campeão olímpico do salto com vara, Thiago Braz, empatou com o campeão do GP Brasil, Augusto Dutra, em primeiro lugar na disputa do Troféu Brasil de Atletismo, neste domingo. Os dois marcaram 5,52 m no primeiro salto, mas não conseguiram desempatar na segunda tentativa, quando não passaram 5,62 m.

"Senti uma dor na panturrilha direita logo no primeiro salto e só continuei para somar pontos para o Pinheiros”, declarou Braz. O Pinheiros foi a equipe que teve melhor desempenho na competição do último final de semana. Sobre a lesão, Thiago disse que tem certeza que não foi “nada grave”.

Nesta segunda-feira, Braz volta à Itália para retomar os treinamentos com o ucraniano Vitaly Petrov. "Quero muito uma medalha no Mundial de Londres. Esse é meu grande objetivo", disse. Ele atingiu o índice para o Mundial durante a temporada indoor, em janeiro, quando saltou 5,86m.

O valor alcançado pela dupla, neste final de semana, entretanto, não foi suficiente para garantir a vaga de Augusto na disputa britânica. A Associação Internacional de Federações de Atletismo (Iaaf) exige, pelo menos, 5,70m. "Faltaram acertar detalhes técnicos. Tenho tempo ainda de buscar o índice para o Mundial nas próximas semanas", observou Augusto.

Outros brasileiros, contudo, aproveitaram as provas no ABC Paulista e garantiram embarque para a competição na Europa. O corredor fluminense Thiago André se classificou, neste domingo, para duas provas que acontecerão em agosto. Ele representará o Brasil nos 1500 m e nos 800 m. Thiago foi considerado o melhor atleta da competição.

Na prova em que garantiu o índice, Thiago atingiu sua melhor marca da carreira. Ele completou os 800 m em 1min44s81 — seu último melhor tempo foi 1min45s65. “Isso é uma recompensa por todo o sacrifício feito", conta o atleta, aliviado. "Não acredito nesse resultado. Fiz os primeiros 400 m em 51s e o normal era esperar algo em torno de 1min45. Estou muito feliz".

Além dele, Nubia Soares e Tania Ferreira atingiram índice para participar do campeonato internacional. Nubia foi considerada a melhor atleta no feminino depois de subir no lugar mais alto do pódio e fazer melhor marca de sua carreira: 14,56 m. "Foi minha competição perfeita. Não é sempre que você consegue o melhor resultado pessoal nas suas duas provas", comemorou. Ela também garantiu bronze no salto em distância, marcando 6,33 m.

Deixe seu comentário