Técnico da França irá processar Cantona por calúnia e difamação

São Paulo, SP

27-05-2016 11:03:13

Eric Cantona se aposentou já faz tempo, mas o ex-jogador francês continua sendo alvo de polêmicas no mundo do futebol. Após afirmar em entrevista que Didier Deschamps não convocou alguns jogadores para a Eurocopa de 2016 por questões raciais, o treinador da seleção francesa decidiu processá-lo pelas suas declarações um tanto quanto irresponsáveis.

Karim Benzema, do Real Madrid, e Hatem Ben Arfa, do Nice, possuem origens árabes e este seria o real motivo pela exclusão dos jogadores no elenco francês para a Eurocopa. Deschamps, por sua vez, acionou seu advogado prontamente para que Cantona seja punido por aquilo que disse, podendo enfrentar “ações contra declarações caluniosas e difamatórias “, segundo o jornal francês L’Équipe.

“Deschamps tem um nome muito francês. Talvez seja o único na França a ter um nome verdadeiramente francês. Ninguém em sua família se misturou com ninguém, como os mórmons nos Estados Unidos. Não me surpreende que tenha utilizado a situação de Benzema para não leva-lo”, disse dias atrás Cantona em entrevista ao jornal britânico The Guardian.

Benzema ficou proibido de ser convocado para a Eurocopa após se envolver em um caso que chegou a ser investigado pela polícia francesa. O atacante do Real Madrid teria feito chantagens contra seu companheiro de seleção, Mathieu Valbuena, para que um vídeo íntimo do meio-campista não fosse divulgado.

“Talvez não, talvez sim. Uma coisa é certa: Benzema e Ben Arfa são dois dos melhores jogadores franceses e não estarão na Eurocopa. Eles têm origens norte-africanas, portanto o debate está aberto”, afirmou Cantona.

Historicamente a França já contou com diversos jogadores descendentes de países do norte da África. Além de Ben Arfa, de origem tunisiana, e Benzema, de origem argelina, um dos maiores jogadores de futebol da história do país, Zinedine Zidane, também possui laços com a Argélia.

Deixe seu comentário