Sporting leva gol no fim e perde chance de colocar pressão no Porto

São Paulo, SP

14-01-2017 19:03:11

Sporting e Chaves levaram seus torcedores à loucura com sentimentos de euforia e frustração no mesmo duelo. Na noite deste sábado, as duas equipes entraram em campo pelo Campeonato Português no estádio Municipal Eng. Manuel Branco Teixeira. No fim, o placar por 2 a 2 acabou complicando os planos do Sporting, que além de perder a chance de ultrapassar e colocar pressão no Porto, ainda pode cai na tabela caso o Braga vença nessa rodada. Com isso, cresce cada vez mais a pressão sobre o técnico Jorge Jesus, um dos mais bem remunerados da Europa e que não tem conseguido satisfazer os anseios dos dirigentes e dos torcedores.

A partida mostrou que seria quente logo no início. Aos 4 minutos, Rafael Lopes abriu o placar para o time da casa, que apesar de entrar em campo como azarão, deixou claro que não ia se intimidar diante de um time grande.

O Sporting só conseguiu igualar o jogo nos acréscimos do primeiro tempo, quando o centroavante Bas Dost subiu mais alto que todo mundo e cabeceou para as redes. Foi um balde de água fria nos mandantes no último lance antes da ida ao vestiário.

Na segunda etapa, o empate parecia o resultado mais justo. O nervosismo em campo falava mais alto do que a técnica e a disciplina tática. Tudo começou a mudar aos 29 minutos, quando Rúben Semedo deixou o Sporting com um a menos por pisar no calcanhar de um adversário. Mas, por incrível que pareça, no minuto seguinte, veio a virada. Bruno César iniciou a jogada, André, que novamente começou no banco de reservas, cruzou e Bas Dost fez seu segundo gol no jogo.

A vitória de virada, fora de casa e com um jogador a menos estava levando os torcedores do Sporting ao delírio nas arquibancadas. Sinalizadores foram acesos e a torcida local se calou. O problema é que o jogo estava condenado a fortes emoções e, aos 43, o goleiro Rui Patrício saiu de forma equivocada do gol e acabou castigado com um lindo toque por cobertura de Fábio Martins. Um golaço e papéis invertidos de novo. Festa dos mandantes e frustração total do outro lado.

Assim, o Sporting estaciona na terceira colocação, com 34 pontos em 17 jogos. O Porto é o vice-líder, com um ponto a mais e um jogo a menos. A ponta da tabela é do Benfica, que soma 42 pontos em 17 partidas. O Braga pode tirar o Sporting na zona de classificação à Liga dos Campeões se vencer o Tondela na segunda-feira, já que tem 33 pontos e um jogo a menos que o rival direto. O Chaves é o sexto colocado, com 24 pontos em 17 jogos.

Deixe seu comentário