Futebol

Sorteio da Taça das Favelas acontecerá no Museu do Futebol

São Paulo , SP
21/03/2019 08:00:29

Em: Futebol, Notícias
(Foto: Divulgação)

Os jogos da Taça das Favelas São Paulo 2019 vão começar no dia 6 de abril, no Centro Esportivo Vicente Feola, na Vila Manchester. Para que os duelos do dia de estreia do maior campeonato de futebol entre favelas do mundo, e dos demais, sejam definidos, será feito o sorteio das chaves, no próximo sábado, dia 23 de março, no auditório do Museu do Futebol, no interior do Estádio do Pacaembu, a partir das 09h30 (horário de Brasília), com apresentação da rapper e fundadora da Central Única das Favelas (CUFA) Nega Gizza e do humorista Hélio de la Peña.

Serão 64 favelas no torneio masculino, e 32 na categoria feminina da competição. Em ambas as categorias, o sistema será de mata-mata. A partir das quartas de final, os duelos serão formados a partir do desempenho das equipes.

(Foto: Divulgação)

O evento contará com a presença de mais de 200 lideranças de favelas. Ao contrário do que foi feito na Cerimônia de Lançamento da primeira edição da Taça das Favelas São Paulo, em janeiro, quando personalidades do esporte e da cultura estiveram no palco do Museu do Futebol, nesta ocasião se apresentarão grupos e artistas de favelas, que estiveram presentes nos Dias de Peneira (DIPE’s) do final de semana dos dias 16 e 17 de março, que mobilizaram cerca de 40 mil jovens em favelas de todo o estado.

A ideia da organização do campeonato é valorizar quem participou desses DIPE’s, para simbolizar a arte e a criatividade das favelas paulistas. Por isso, o evento vai contar com uma apresentação de freestyle da meia da seleção da favela da Brasilândia Letícia dos Santos, entre outras atrações. O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, e o secretário municipal de esportes da capital paulista, Carlos Bezerra, estarão presentes no sorteio das chaves.

“Não vai ser só um sorteio. Claro que vai ser a atividade mais importante do nosso dia. Mas faremos diversas apresentações de favela, para mostrar para o público paulista que a Taça das Favelas não é só futebol, é um grande movimento social que impacta na vida de milhões de moradores de favelas por todo o Brasil”, explicou o rapper Dexter.