Lahm acredita que Rafinha é a solução para a lateral direita da Alemanha

São Paulo, SP

11-10-2015 11:52:15

Considerado por muitos como o melhor lateral direito da história da Alemanha, Philipp Lahm disse saber como resolver o problema da posição na atual seleção alemã: naturalizar o brasileiro Rafinha. Desde que Lahm decidiu se aposentar da Seleção, após o título da Copa do Mundo de 2014, no Brasil, o técnico Joachim Low testou vários atletas na posição, mas ainda não encontrou o substituto ideal.

Recentemente, Rafinha rejeitou uma convocação da seleção brasileira justamente pelo fato de ter a esperança de ser chamado por Low para integrar a seleção alemã. Philippe Lahm, colega de Rafinha no Bayern de Munique, sente que o brasileiro merece uma oportunidade.

“Rafinha? Você é sempre uma opção para a Seleção quando se está jogando regularmente no Bayern de Munique e provou o seu valor no mais alto nível. Ele foi chamado para a Seleção Brasileira outro dia por uma razão. Ele vem provando o seu valor há muitos anos”, disse o campeão mundial.

Sobre o tempo de adaptação de Rafinha caso fosse convocado para a Seleção, Lahm disse não enxergar um problema. “O que ele fez pelo Bayern em um passado recente foi incrível. Ele é muito valioso para a equipe dentro de campo e é um cara excepcional. Por que ele não deveria ser uma opção? Ainda há muito tempo até a Eurocopa. O treinador vai encontrar a solução correta”, argumentou.

Por fim, Lahm foi perguntado sobre os motivos de Low não conseguir encontrar um substituto para a lateral direita da Alemanha e se isso estaria relacionado com o alto número de opções testadas. “Eu não sei se Low foi incapaz de encontrar o lateral-direito ideal. É normal que ele tenha testado um grande número de opções”.

Rafinha tem 30 anos e já disputou duas partidas pela Seleção Brasileira, porém, somente em jogos amistosos, o que lhe dá a liberdade de atuar por outra seleção.

Lateral Rafinha durante amistoso da Seleção Brasileira na África do Sul (Foto: Divulgação)
Lateral Rafinha durante amistoso da Seleção Brasileira na África do Sul (Foto: Divulgação)

Deixe seu comentário