Messi impõe cláusula no contrato em caso de independência catalã

São Paulo, SP

05-01-2018 16:01:19

A situação política da Catalunha atingiu até Lionel Messi, e não poderia ser diferente. Isso porque ainda há uma incógnita do que acontecerá com o Barcelona caso os catalães realmente consigam a separação da Espanha. Não se sabe se o clube poderá seguir disputando o Campeonato Espanhol, se vai migrar para alguma outra grande liga como a alemã ou a francesa ou se uma liga catalã será formada.

Diante disso, o novo contrato de Messi traz uma cláusula inédita que diz o seguinte: Em caso de independência, o astro seguirá no Barcelona apenas se o clube puder disputar uma das quatro grandes ligas europeias. Ou seja, as ligas inglesa, alemã, francesa ou espanhola. Esta última opção, no entanto, é inviável de acordo com a Lei Esportiva Atual - a participação em uma liga exclusivamente catalã também não se encaixa nas exigências do argentino.

Caso o Barça não consiga disputar nenhuma dessas quatro ligas, Messi estaria livre para negociar com outro clube, que poderia contratá-lo a custo zero, sem necessidade de pagamento da multa rescisória de 2,7 bilhões de reais.

De acordo com o diário Marca, o Barcelona aceitou de bom grado a exigência do seu principal craque. O seu contrato é o único que contém essa exigência, pois foi o último que foi acertado. No entanto, a presença dessa cláusula em contratos futuros de outros atletas tende a ser cada vez mais comum.

Deixe seu comentário