Jogadores russos entram em greve após três meses de atraso salarial

São Paulo, SP

27-04-2016 08:32:46

Depois de três meses convivendo com os salários atrasados, os jogadores do Mordovia Saransk, clube que ocupa a lanterna do Campeonato Russo da primeira divisão, resolveram paralisar as atividades para cobrar a diretoria. O treino desta quarta-feira não aconteceu em forma de protesto, e a diretoria prometeu solucionar a questão no prazo de até uma semana.

O técnico Marat Mustafin respaldou a retaliação dos jogadores. "É uma decisão conjunta deles. Esperamos uma reunião em breve com a direção do clube, o problema tem que ser resolvido", comentou a polêmica em entrevista ao jornal Sport Express.

Em comunicado emitido oficialmente, a diretoria do Mordovia disse acreditar que a partida do próximo domingo, contra o líder Rostov, não tem riscos de ser revista.

Faltando apenas cinco rodadas para o fim da competição na Rússia, país que sediará a próxima Copa do Mundo, o clube ocupa a lanterna com 18 pontos somados em 25 jogos.

Ainda assim, está a apenas dois de alcançar a 14ª colocação, que já o credenciaria a disputa de um mata-mata pela permanência na elite. O Mordovia Saransk, no entanto, não vence uma partida oficial desde 6 de novembro.

Deixe seu comentário