Futebol Internacional

Futebol italiano é investigado por sonegação de impostos

São Paulo , SP
26/01/2016 16:21:41

Em: Futebol, Futebol Internacional, Futebol Italiano, Milan
Vice-presidente do Milan é um dos investigados (Foto: Alberto Lingria/AFP)
Vice-presidente do Milan é um dos investigados (Foto: Alberto Lingria/AFP)

As investigações no futebol mundial não param, após escândalos da Fifa, a bola da vez é o futebol italiano. Segundo o jornal Gazzetta Dello Sport, nesta terça-feira a Guarda Financeira, responsável por investigar crimes fiscais, começou uma busca por documentos que possam comprovar sonegação de impostos nas transferências de jogadores no futebol do país.

Segundo a publicação, a investigação gira em torno de 64 nomes, incluindo personalidades conhecidas, como o vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, o dono do Napoli, Aurelio De Laurentiis e o presidente da Lazio, Claudio Lotito. Além do técnico do Modena, Hernan Crespo, e o atacante do PSG, Ezequiel Lavezzi.

A sede do Milan teria sido a primeira a ser revistada pela Guarda Financeira, ainda nesta terça-feira. Em resposta, o Milan divulgou em seu site um comunicado oficial, assinado pelos advogados do clube, Niccolò Ghedini, e Leandro Cantamessa.

“A Promotoria da República de Nápoles decidiu notificar Adriano Galliani sobre as investigações sobre um fato absolutamente marginal e sem provas, que se resolverá, tanto em nível fiscal como em nível penal, em um necessário arquivamento”, diz o texto.