Futebol/Copa do Mundo Feminina

França leva susto, mas vence Noruega pela Copa do Mundo

São Paulo , SP
12/06/2019 18:08:59 — 12/06/2019 18:14:11

Em: Copa do Mundo Feminina, Futebol, Futebol Feminino
Le Sommer fez gol da vitória (Foto: CHRISTOPHE SIMON / AFP)

A anfitriã da Copa do Mundo chegou à segunda vitória em dois jogos no Mundial diante da Noruega. Mais uma vez com a casa cheia, a França venceu por 2 a 1, na partida que fechou a quarta-feira de Copa. Com gols de Gauvin e Le Sommer e Renard marcando contra, as donas da casa ficam bem perto da classificação para as oitavas de final.

Em um jogo que a França dominou as tentativas ofensivas, a Noruega passou ilesa pelo primeiro tempo, segurando o bom ataque francês, mas logo no primeiro minuto da etapa final, viu as donas da casa explodirem o estádio com um gol.

Com seis pontos, a França enfrenta na rodada final da fase de grupos a Nigéria, que também venceu nesta quarta. A Noruega vai brigar pelo segundo lugar com a seleção africana e para isso, precisa vencer a Coreia do Sul, que já está eliminada da Copa.

Como esperado, o jogo começou com as donas da casa com um ritmo bem alto, saindo em busca do gol com velocidade e boas triangulações. Mas a França pecava no último passe e na finalização, ficando no quase mesmo com muitas chances.

A Noruega se mostrou tímida no ataque no primeiro tempo, sem conseguir chegar com perigo perto da meta de Bouhaddi, que precisou trabalhar em poucos momentos na etapa inicial. Por outro lado, a defesa norueguesa teve que suar a camisa para evitar que Gauvin, Diani ou Le Sommer não aproveitassem as chances que tiveram para abrir o placar.

Depois do intervalo, no entanto, a França não precisou de nem um minuto completo para marcar. Em jogada pela esquerda, a ótima Henry achou Majri, que mandou bola cruzada para a área, onde Gauvin se antecipou e mandou de primeira para a rede.

Imediatamente a Noruega buscou responder e não precisou de muito tempo para deixar tudo igual. Chegando também pela esquerda, Herlovsen  cruzou para a área rasteiro e a zagueira Renard fez besteira tentando tirar para escanteio, mas errando o toque e mandando contra a própria meta.

O empate deixou o jogo mais dinâmico, apesar de a França seguir com mais posse e mais intensidade. O ritmo alto da partida colocou mais emoção em campo. Até que quem também entrou foi o VAR, para apontar um pênalti não visto pela árbitra. Le Sommer foi para a cobrança e colocou a França de novo em vantagem.

Mesmo na frente, as francesas não esperaram a Noruega atrás e buscaram o terceiro gol a todo momento. As nórdicas ainda pressionaram, sem sucesso, parando na defesa francesa.


Veja também