Ex-candidato à Fifa, Luis Figo expressa apoio a Infantino para suceder Blatter

São Paulo, SP

20-01-2016 17:37:36

Gianni Infantino é o maior rival de Khalifa na disputa pela presidência da Fifa (Foto: Fabrice Coffrini/AFP)
O secretário-geral da Uefa tem o apoio de estrelas aposentadas e atuantes no futebol europeu (Foto: Fabrice Coffrini/AFP)

A candidatura à Fifa do secretário-geral da Uefa, Gianni Infantino, recebeu nesta quarta-feira o apoio de estrelas do futebol mundial. Um dos favoritos no pleito que definirá o sucessor de Joseph Blatter na presidência da entidade, o dirigente suíço ganhou o respaldo do português Luis Figo, do brasileiro Roberto Carlos, do uruguaio Diego Folán, do espanhol Fernando Hierro e do montenegrino Pedrag Mijatovic.

O apoio mais significativo entre os futebolistas veio de Figo. O ex-jogador de Real Madrid e Barcelona se candidatou nas eleições realizadas em maio, mas desistiu antes do pleito por não concordar com os critérios utilizados para a escolha do presidente. Blatter, que venceu o príncipe jordaniano Ali bin Al-Hussein na ocasião, convocou uma nova votação para o dia 26 de fevereiro após a repercussão internacional do escândalo de corrupção que mergulhou a Fifa na pior crise institucional de sua história.

Infantino foi ao Twitter após receber o apoio de Figo e dos outros jogadores para agradecer pelo suporte. "Significa muito ter o respaldo de tantas estrelas que viveram e respiraram o jogo precioso", disse. Outros nomes de destaque que se uniram à campanha do suíço foram Steve McManaman, Gianluigi Buffon, Francesco Toldo, Javier Zanetti, Dwight Yorke, David Suazo Randy Harris e Vladimir Smicer.

O principal rival de Infantino na corrida à presidência da Fifa é o xeque do Bahrei, Salman bin Ebrahim al-Khalifa. O atual presidente da Confederação Asiática de Futebol (AFC, na sigla em inglês) conta com o apoio dos países que integram os blocos asiático e africano. Já Infantino angariou prestígio na Europa e convenceu a Conmebol a votar em bloco na sua candidatura. A CBF anunciou que seguirá a orientação da entidade e apostará no suíço.

Deixe seu comentário