Em jogo emocionante, Bahia bate o CRB e volta a vencer na Série B

São Paulo, SP

01-09-2015 22:33:58

Nesta terça-feira, Bahia e CRB se enfrentaram na Arena Fonte Nova pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B e, em uma partida emocionante, o Tricolor saiu vitorioso com um gol aos 48 minutos do segundo tempo. Com a vitória, os baianos chegaram aos 38 pontos e garantiram a terceira colocação na tabela. Já o CRB, permaneceu com 28 pontos ganhos e agora ocupa a 12ª colocação.

O resultado, além de garantir a presença do Bahia no grupo que se classifica a Série A, encerrou um jejum sem vitórias do Tricolor. O time de Sérgio Soares não era derrotado a seis partidas, mas vinha de uma sequência com cinco empates consecutivos.

Já pelo lado do CRB, o ponto positivo na derrota dos alagoanos fica a cargo do goleiro Julio César, que voltou ao time após oito jogos fora e teve um bom desempenho na Arena Fonte Nova.

Na próxima rodada, o Bahia visita o Paraná Clube, sexta-feira (04), às 21h30, no Estádio Durival de Britto. Já o Criciúma, recebe o Ceará, também na sexta-feira, às 19h, no Estádio Rei Pelé. Ambos os duelos válidos pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

O JOGO

O jogo começou quente e, logo aos cinco minutos, o Bahia já teve sua primeira chance de gol. Dentro da área, Zé Roberto recebeu a cobrança de lateral e rolou para Kieza, mas o atacante chutou fraco, de pé esquerdo.

Aos 13, Maxi Biancucchi recebeu na área e se livrou da marcação de Aurélio. O zagueiro Gabriel ainda acertou o argentino, que conseguiu ficar de pé e finalizar, obrigando o goleiro Julio César a fazer uma grande defesa

Depois da pressão inicial, o Bahia só voltou a chegar ao ataque com 35 minutos jogados, mas desta vez, o Tricolor colocou a bola nas redes. Hayner levantou a bola na área e Kieza, impedido, entrou de carrinho, sem marcação, para vencer o goleiro Julio César e tirar o zero do placar. A defesa dos visitantes apenas assistiu ao lance e reclamou muito da condição irregular do atacante.

O CRB só ameaçou a meta de Douglas Pires faltando três minutos para o fim da primeira etapa. Cañete arriscou um chute de fora da área e a bola passou muito perto, assustando a torcida tricolor.

A segunda etapa seguiu movimentada e, com 11 jogados, novamente Kieza foi às redes. Em um contra-ataque rápido, Biancucchi avançou pela direita e tocou rasteiro para o meio da área. Kieza, mais uma vez livre, mas nesta em posição legal, completou o lance e ampliou a superioridade do Bahia no marcador. Foi o quarto gol do atacante em três jogos pelo Tricolor de Aço.

Com uma desvantagem ainda maior no placar, o CRB foi obrigado a ir à frente e conseguiu descontar aos 20 minutos. Cañete cobrou escanteio na cabeça de Josa, que, no primeiro pau, subiu mais que a defesa e testou firme para balançar as redes de Douglas Pires. Foi o primeiro gol do volante com a camisa do Regatas.

Tendo conseguido seu gol, o CRB seguiu pressionando e foi premiado com o empate aos 41 minutos do segundo tempo. Pary cruzou da esquerda e o zagueiro Gabriel, de primeira, mandou para as redes para deixar tudo igual na Fonte Nova.

Com 2 a 2 no placar, a torcida do Bahia já puxava gritos de “Adeus Sérgio” quando, aos 48 minutos, Gustavo Blanco devolveu a vitória aos baianos. Kieza ajeitou na área e o meia bateu no canto esquerdo de Julio César, levando a torcida à loucura na Fonte Nova.

Final de jogo emocionante na Fonte Nova e que representou o reencontro do Bahia com as vitórias.

FICHA TÉCNICA

BAHIA X CRB

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 01 de setembro de 2015 (terça-feira)
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Fábio Filipus (CBF-PR)
Assistentes: Rafael Trombeta (CBF-PR) e Diego Grubba Schitkovski (CBF-PR)
Cartões amarelos: Zé Roberto, Rômulo e Hayner (BAHIA); Audálio, Ricardinho e Josa(CRB)

GOLS
BAHIA:
 Kieza, aos 34 minutos do primeiro tempo e 11 do segundo tempo e Gustavo Blanco, aos 48 minutos do segundo tempo
CRB: Josa, aos 20 do segundo tempo e Gabriel, aos 41 do segundo tempo

BAHIA: Douglas Pires; Hayner (Yuri), Robson, Jailton e Vítor Costa; Wilson Pittoni, Gustavo Blanco, e Rômulo (Tiago Real); Maxi Bianchucchi, Zé Roberto (Eduardo) e Kieza.
Técnico: Ségio Soarares

CRB: Julio César; Willian Cordeiro, Audálio, Gabriel e Pery; Somália, Josa, Gerson Magrão e Cañete (Clébinho); Ricardinho (Maxwell) e Isac (Daniel Cruz)
Técnico: Mazola Júnior

Deixe seu comentário