Dois torcedores ingleses são deportados após confusão em Marselha

São Paulo, SP

13-06-2016 12:20:35

Dois torcedores ingleses foram deportados da França nesta segunda-feira. Ambos participaram das confusões em Marselha no último fim de semana que deixaram cerca de 150 pessoas feridas. 20 pessoas já foram detidas pela polícia francesa desde o início dos incidentes e a tendência é que eles sejam impedidos de voltar às ruas do país.

Alexander Booth e Ian Hepworth foram os primeiros torcedores a receberem punições severas. Ambos receberam pena de dois meses, além de não poderem entrar na França por dois anos. Eles participaram do confronto entre ingleses e russos na região do porto velho de Marselha, principal ponto turístico da cidade, e chegaram a duelar com a polícia, atacando garrafas nos agentes.

Antes de ser julgado pela corte francesa, Alexander Booth decidiu pedir desculpas pelo que fez, afirmando que nunca se envolveu com hooligans, torcedores conhecidos na Inglaterra por se envolverem em confusão, algo parecido com as torcidas organizadas aqui do Brasil.

“Gostaria de pedir desculpas à polícia e ao povo da cidade de Marselha. Esse não sou eu, não sou uma pessoa violenta. Amo meu trabalho e minha família. Nunca estive envolvido com hooligans. Estava no lugar errado na hora errada. Nunca tive problemas com a polícia, respeito muito a polícia. Sou trabalhador”, disse.

As autoridades francesas já comunicaram a Inglaterra e Rússia que, caso haja novos incidentes envolvendo seus torcedores, as duas seleções serão eliminadas da Eurocopa de 2016. Os organizadores do torneio também decidiram proibir a venda de bebidas alcoólicas nas cidades que haverá partidas e também nas fan-zones.

Deixe seu comentário