Diretor do Bom Senso será autuado por falsificação de documentos

São Paulo, SP

11-11-2015 07:46:00

Ricardo Borges Martins será alvo de uma ação criminal do Sindicato dos Atletas de São Paulo por falsidade ideológica e falsificação de documentos. O diretor do Bom Senso enviou ao 10º cartório oficial de registros da capital uma notificação extrajudicial em nome de 16 jogadores profissionais, reivindicando alguns direitos dos atletas.

Aparentemente tudo estaria dentro das legalidades, se não algumas páginas do documento não constasse as assinaturas de alguns jogadores. Além disso, outra página estava completamente em branco, o que acabou pondo em dúvida e credibilidade do documento e, por consequência, da reivindicação. De 16 jogadores que possuem sua assinatura no documento, dez afirmaram não terem autorizado ser representados.

A intenção de Ricardo Borges Martins era desautorizar que o Sapesp aplicasse descontos sobre os direitos de arena dos jogadores profissionais que assinaram o documento, exigindo que o órgão repassasse o valor integral a eles. Registro sindical, estatuto e outras informações também foram requeridas pelo diretor do Bom Senso.

O Sindicato dos Atletas de São Paulo já possui o documento em mãos que consta assinaturas de jogadores importantes como Renato Augusto, Cássio, Vágner Love, Ricardo Oliveira e Renato. Procurados pela justiça. Alguns outros jogadores não se retrataram e outros afirmaram não estar em Sâo Paulo.

Deixe seu comentário