Opostos no Brasileiro, Coxa e Grêmio iniciam duelo no mata-mata

Dos correspondentes Luiz F. Fagundes e Vicente Fonseca - Curitiba,PR

19-08-2015 08:23:01

O Coritiba vem para a Copa do Brasil após vitória em confronto direto contra a degola diante do Vasco  (Foto: Jason Silva/Gazeta Press)
O Coritiba vem para a Copa do Brasil após vitórias contra Palmeiras e Vasco no Brasileirão (Foto: Jason Silva/Gazeta Press)

Com campanhas bem distintas no Campeonato Brasileiro, Coritiba e Grêmio viram a chave e se encontram pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, às 19h30, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba. É a chance para o Alviverde tentar salva a temporada e ganhar embalo na outra competição, mas sempre com o temor do desgaste do elenco, fantasma que também assombra o Tricolor.

Ocupando um lugar na zona de rebaixamento do Brasileirão e tentando e desvencilhar da crise, o Coxa vem de duas vitórias consecutivas que reascenderam a esperança do torcedor. Para manter o embalo, nada como uma vitória sobre um adversário forte, em boa fase. Porém, desfalques podem atrapalhar os planos. E não são poucos. O goleiro Wilson, o meia Lucio Flavio e o atacante Henrique Almeida já defenderam outros times na competição. Isso apenas entre os titulares, já que os meias Esquerdinha e os atacantes Marcos Aurélio e Paulinho vivem a mesma situação e desfalcam a equipe.

No gol, Vaná deve novamente assumir o posto. Pelo meio, as principais dúvidas. Ruy, que volta de lesão, briga com Alan Santos, Misael e Rodolfo por três vagas. No ataque, a dúvida está entre a permanência de Negueba ou a entrada do talismã Evandro. Outra mudança é o retono de Ivan à lateral no lugar de Walisson Maia. Dessa forma, pouco sobrou do time que bateu o Vasco da Gama, fora de casa, no final de semana.

Em alta no Campeonato Brasileiro, o Grêmio está cheio de motivos para sorrir. Isso, porém, não esconde uma série de preocupações: assim como o Coxa, o Tricolor Gaúcho viverá um período recheado de compromissos nas próximas semanas. Na goleada por 5 a 0 sobre o Internacional, a equipe de Roger Machado iniciou uma maratona que incluirá 13 partidas em um período de 40 dias.

Grêmio encaixou bom momento na Série A em meio a maratona de jogos (Foto: Lucas Uebel/GFBPA)
Grêmio encaixou bom momento na Série A em meio a maratona de jogos (Foto: Lucas Uebel/GFBPA)

 

O desgaste pelo excesso de jogos foi apontado por muitos como a causa da queda de rendimento da equipe em julho, quando os duelos com o Criciúma, justamente pela Copa do Brasil, foram realizados em meio ao Brasileirão. “A ideia é mantermos o mesmo nível de atuação, mas agora teremos que focar muito mais na recuperação que nos treinamentos”, explica Roger.

O Grêmio chega motivado, mas, por tudo isso, também cansado para o jogo desta quarta. A última semana foi intensa: goleada sobre o maior rival e duas vitórias difíceis sobre Atlético-MG e Joinville, resultados que alçaram a equipe ao G-4, mas que também desgastaram o elenco devido à entrega necessária para a obtenção dos resultados. Não há, porém, prioridade de nenhuma competição sobre a outra: se a vaga na Libertadores começa a se encaminhar via Brasileirão, a possibilidade de voltar a ganhar um grande título, obsessão gremista há 14 anos, é mais curta via Copa do Brasil.

Roger tem dois desfalques importantes para a partida desta quarta. Suspenso, Walace dará lugar a Edinho na primeira função do meio-campo. Mais à frente, Luan, com amigdalite, fica de fora. Bobô, que o substituiu contra o Joinville, permanecerá na equipe.

Este será o terceiro encontro entre Grêmio e Coritiba na história da Copa do Brasil. Tanto em 1991 como em 2001 as duas equipes se encontraram na semifinal – os gaúchos levaram a melhor em ambas as oportunidades. O mata-mata mais recente entre os dois clubes ocorreu na primeira fase da Copa Sul-Americana de 2012, também com vantagem gremista: vitória por 1 a 0 em Porto Alegre, derrota por 3 a 2 no Couto Pereira e classificação no saldo qualificado.

FICHA TÉCNICA

CORITIBA X GRÊMIO

Local: Estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba (PR)

Data: 19 de agosto de 2015, quarta-feira

Horário: 19h30 (de Brasília)

Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-SC)

Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Rogerio Pablos Zanardo (Asp.Fifa - SP)

CORITBA: Vaná; Ivan, Rafael Marques, Leandro Silva e Juan; João Paulo, Misael, Ruy (Alan Santos) e Thiago Galhardo; Rafhael Lucas e Evandro (Negueba)

Técnico: Ney Franco

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Galhardo, Geromel, Erazo e Marcelo Oliveira; Edinho, Maicon, Giuliano e Douglas; Pedro Rocha e Bobô

Técnico: Roger Machado

Deixe seu comentário