Futebol Internacional/Campeonato Espanhol

Atlético de Madrid vence Getafe e cola no Barça, líder do Espanhol

São Paulo , SP
26/01/2019 15:04:33 — 26/01/2019 15:12:10

Em: Atlético de Madrid, Futebol, Futebol Espanhol, Futebol Internacional

O Atlético de Madrid segue firme e forte na vice-liderança do Campeonato Espanhol. Neste sábado o time comandado pelo técnico Diego Simeone recebeu o Getafe, no estádio Wanda Metropolitano, pela 21ª rodada da competição por pontos corridos, e não fez feio diante de seus torcedores, saindo de campo com a vitória por 2 a 0, gols de Griezmann e Saúl Ñíguez.

Com o resultado, os Colchoneros foram a 44 pontos e seguem atrás apenas do líder Barcelona, que entrará em campo neste domingo, contra o Girona, fora de casa, às 13h15 (de Brasília). Em caso de derrota de Messi, Suárez e companhia, o Atlético de Madrid diminui a vantagem do rival para apenas dois pontos na ponta da tabela.

O jogo – O Atlético de Madrid teve de lidar com a grande retranca do Getafe no primeiro tempo. Atuando fora de casa, os Azulones, como são chamados, preferiram se fechar e tentar jogar por uma bola. Mas, a qualidade técnica do time de Diego Simeone acabou falando mais alto. Aos 27 minutos, Thomas Partey se livrou da marcação e deu bom passe para Girezmann, que dominou e bateu forte da entrada da área para vencer o goleiro David Soria e abrir o placar no Wanda Metropolitano.

Não satisfeitos com a vantagem os Colchoneros não tardaram para ampliar. Aos 38 minutos, Lucas Hernández apareceu pela esquerda e cruzou para Kalinic, que, de carrinho, completou para o gol, mas viu o goleiro rival fazer a defesa. No rebote, porém, Saúl Ñíguez não titubeou e mandou a bola para dentro.

No segundo tempo a história mudou. Em desvantagem, o Getafe se viu obrigado a sair mais para o jogo para tentar o empate. Aos 10 minutos, quase que a reação dos visitantes se inicia. Giménez vacilou na saída de bola e deu brecha para Ángel sair frente a frente com o goleiro Oblak. Na hora da finalização, porém, o zagueiro do Atlético de Madrid se redimiu dando um carrinho para interceptar o arremate.

Os donos da casa, por sua vez, trataram de responder com a entrada de novas peças. O garoto Victor Mollejo, que entrou na vaga de Kalinic, indicou aos 18 minutos que o Atlético de Madrid estava vivo na partida. Logo em seu primeiro lance, ele recebeu a bola e decidiu experimentar de fora da área, tirando tinta do travessão. Depois aos 27, foi a vez de Jiménez arrancar pela direita e, de dentro da área, bater rasteiro, forçando boa defesa do goleiro Soria.

Antes do apito final, o Atlético de Madrid ainda teve uma última chance de sair de campo com um triunfo mais elástico, mas faltou sorte. Aos 40 minutos, Rodri tabelou com Juanfran e saiu na cara do goleiro Soria, mas acabou chutando em cima do arqueiro rival. Assim, coube aos Colchoneros se conformarem com a vitória por 2 a 0.