Federação Inglesa divulga nova medida para combater a simulação

São Paulo, SP

18-05-2017 13:58:37

A Federação Inglesa de Futebol divulgou nesta quinta-feira uma nova medida visando combater os casos de simulações realizadas por jogadores. A ação consiste em ouvir a posição de três ex-profissionais do futebol (um árbitro, um técnico e um jogador), que estarão assistindo a partida, sobre a análise de um lance em que possa ter ocorrido a tentativa de enganar o juiz. No caso dos três concordarem que existiu a tentativa de ludibriar a arbitragem, o jogador receberá uma punição de duas partidas.

Em lances em que a simulação gere uma pênalti ou uma expulsão favorável à equipe do infrator, a punição poderá ser mais severa. Esta nova medida vinha sendo utilizada no Campeonato Escocês e, segundo a Federação Inglesa, gerou um resultado satisfatório no país. Ela entrará em vigor já na próxima edição do Campeonato Inglês.

Segundo a imprensa inglesa, a necessidade de se combater os casos de simulação partiram, principalmente, após dois lances em especiais. O primeiro deles seria um penalidade assinalada em Marcus Rashford, do Manchester United, em partida contra o Swansea. Na oportunidade, o jovem atacante se jogou após sair cara a cara com o goleiro. A ação do atleta acabou gerando o gol de empate dos Diabos Vermelhos. O segundo, seria um pênalti para o Tottenham no clássico contra o Arsenal. Harry Kane recebeu a bola dentro da área e acabou caindo sem ser tocado. A arbitragem assinalou a falta dentro da área, que rendeu o segundo gol na vitória por 2 a 0.

 

 

Deixe seu comentário