Leicester domina o Arsenal e vence duelo pelo Campeonato Inglês

São Paulo , SP
28/04/2019 09:55:43 — 28/04/2019 10:04:05

Em: Arsenal, Futebol, Futebol Inglês, Futebol Internacional, Leicester City

Neste domingo, o Arsenal visitou o Leicester em encontro válido pela rodada de número 36 do Campeonato Inglês. No King Power Stadium, porém, o time londrino teve um desempenho bem abaixo das expectativas e, dominado pelos anfitriões, perdeu por 3 a 0. O placar poderia ter sido maior, não fosse pela ótima atuação do goleiro Leno. Os tentos foram marcados por Tielemans e Vardy (duas vezes).

Mesmo com o resultado, os Gunners seguem na briga por uma vaga na próxima Liga dos Campeões. No entanto, na quinta posição, com 66 pontos ganhos, podem terminar a rodada fora do G5, dependendo do clássico entre o sexto colocado Manchester United (64) e o quarto Chelsea (67). Os Foxes, por outro lado, vão a 51 pontos somados e assumem a oitava posição da tabela.

Na rodada do próximo final de semana da Premier League, os comandados de Unai Emery tentarão compensar a má atuação deste domingo voltando ao Emirates Stadium para receber o Brighton. Os de Brendan Rodgers, por sua vez, visitam o Manchester City, no Etihad Stadium.

Lance que culminou na expulsão de Maitland-Niles, ainda no primeiro tempo (Foto: Lindsey PARNABY / AFP)

Muralha alemã salva o Arsenal

Jogando em casa, o Leicester mandou no jogo no primeiro tempo. O time teve amplo domínio da posse de bola e pressionou o Arsenal desde o começo. A primeira oportunidade clara, contudo, ocorreu apenas aos 19 minutos.

Maddison arriscou da entrada da área, mas acabou mandando para fora. A finalização teve o mesmo destino da tentativa de Lacazette, quatro minutos depois, respondendo para os Gunners após cruzamento na área.

Aos 29, Maddison foi lançado em profundidade e, com grande liberdade, invadiu a área para bater cruzado. O chute, porém, não saiu como o meia queria e acabou sendo defendido por Leno.

Logo na sequência, a estrela do goleiro voltou a brilhar. O alemão voou no ãngulo esquerdo para espalmar a cabeçada de Ndidi, após cobrança de escanteio de Maddison.

Com 32 rodados, foi a vez de Jamie Vardy receber bom passe em profundidade e sair na cara de Leno. O atacante tentou tocar por cobertura, mas acabou exagerando um pouco na força e mandando a bola por cima do gol.

E o que já estava difícil para o Arsenal, ficou pior aos 36 minutos. Maitland-Niles cometeu falta em Maddison no meio de campo e, recebendo seu segundo cartão amarelo, foi expulso de campo, deixando o time londrino com um a menos.

Bote da raposa

Com a superioridade numérica, o Leicester manteve o ritmo na etapa final, tentando penetrar na área visitante a qualquer custo. Os Gunners, fechados no campo de defesa, passaram a apostar em jogadas de contra-ataque.

No entanto, a pressão só foi dar resultado aos 15 minutos da etapa final, quando Maddison recebeu pela direita e cruzou na cabeça de Tielemans. O belga testou no canto direito e, desta vez, Leno nada pôde fazer: 1 a 0 para os Foxes.

Para além das adversidades já citadas, o Arsenal não contava com boas atuações de seus principais jogadores. Aubameyang e Lacazette não conseguiam criar e não levaram perigo algum ao gol de Schmeichel.

Atrás, Leno continuou a brilhar e impedia uma desvantagem maior no placar. Aos 30, o alemão defendeu dois chutes em sequência, de Ricardo Pereira e Maddison, um em cada canto.

Mesmo sem grandes esforços, o Leicester conseguiu sacramentar a vitória com 41 rodados. Em ligação direta do goleiro Schmeichel, Vardy ganhou na corrida e saiu na cara do gol. Em primeira instância, tentou por cobertura e acertou o travessão. No rebote, porém, o atacante só teve o trabalho de empurrar para o gol vazio.

E ainda deu tempo do terceiro. Já nos acréscimos, Ricardo Pereira fez ótima jogada pela direita, invadiu a área e cruzou rasteiro para Vardy, novamente, só completar para a rede: 3 a 0, placar final.