Futebol/Mundial de Clubes

Grandes clubes se unem para discutir reforma do Mundial de Clubes

AFP - São Paulo , SP
15/11/2019 16:00:50

Em: Boca Juniors, Futebol, Futebol Internacional, Milan, Mundial de Clubes, Notícias, Real Madrid, River Plate

Oito grandes clubes do futebol mundial, incluindo Real Madrid e Milan, anunciaram nesta sexta-feira a criação de uma associação mundial de clubes, com intuito de abrir maior diálogo com a Fifa para discutir as reformas do novo Mundial de Clubes.

A World Football Clubs Association (WFCA), com sede em Zurique, reuniu oito clubes fundadores representando seis continentes: Além de Milan e Real Madrid, fazem parte da entidade o Boca Juniors e o River Plate, o América (México), o Guangzhou Evergrande (China), o TP Mazembe (RD Congo) e o Auckland City (Nova Zelândia).

(Foto: AFP)

A WFCA informou que convidará para fazer parte da entidade outros clubes “com vontade de participar” do novo Mundial de Clubes.

“Esta nova associação irá propor uma contrapartida possível e séria à Fifa para discutir todos os aspectos ligados aos clubes, começando pelo Mundial de Clubes”, declarou Florentino Pérez, presidente do Real Madrid e primeiro presidente da WFCA.

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, pretende ampliar a partir de 2021 o Mundial de Clubes de 7 para 24 equipes, além de mudar a disputa do torneio para a cada quatro anos, tomando o lugar no calendário da Copa das Confederações.

A ampliação do Mundial de Clubes é criticada pela Uefa, que afirma não haver mais datas possíveis no calendário para uma nova competição, além de enxergar no novo torneio um rival para sua lucrativa Liga dos Campeões.